Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-03-2007

SECÇÃO: Região

PSD local em ebulição
Francisco Magalhães demite-se da Comissão Política

A política doméstica volta à ribalta com a notícia da demissão inesperada de vários elementos da Comissão Política do PSD, incluindo o seu presidente Francisco Magalhães que, ao que Ecos de Basto apurou, vai apresentar a sua recandidatura ao lugar.
Mergulhado em crises cíclicas, o PSD de Cabeceiras de Basto nunca mais se encontrou desde os “tempos de ouro” do consulado liderado por Mário Campilho. A existência de facções contraditórias e de grupos que se digladiam entre si em busca de protagonismos sem sentido, têm conduzido este partido da oposição ao seu definhamento, deixando num beco sem saída aqueles que pensarem em criar uma alternativa aos socialistas que governam a Câmara e a maioria das Juntas de Freguesia do concelho.
Autenticamente esmagados por um Poder Local com “perfomances” de desempenho nunca antes alcançadas e com um presidente da Autarquia carismático e determinado, os “laranjinhas” de Cabeceiras de Basto não têm conseguido descobrir uma estratégia e um caminho definidores e clarificadores do seu papel na sociedade cabeceirense.
Penalizado por persistir em fazer opções e escolhas onde imperam critérios, quase sempre de duvidosa competência e de uma mediocridade confrangedora, ao PSD local não se auguram “nem bons ventos, nem bons casamentos”.
A propósito do “desnorte” daquele partido de Cabeceiras de Basto, que nas últimas semanas, atirou para a rua uma chusma de comunicados, o Partido Socialista desta vila saiu a terreiro, respondendo também, através de uma nota pública que publicamos noutro local destas páginas.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.