Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-02-2007

SECÇÃO: Região

SEMANA DA FLORESTA E DO CABRITO

Tendo em vista assinalar o Dia Mundial da Árvore, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Emunibasto, EM, vão promover de 21 a 25 de Março, mais uma edição da Semana da Floresta e do Cabrito. Trata-se de uma iniciativa que terá como principais cenários o Centro de Educação Ambiental de Vinha de Mouros (CEAVM) e o Centro Hípico, onde serão desenvolvidas diversas actividades de cariz lúdico, desportivo e formativo, tendo em vista educar e sensibilizar as populações para preservar o meio ambiente, e, ao mesmo tempo, criar uma atitude mais afirmativa da realidade, sugerindo um novo olhar sobre o vasto e rico património florestal destas terras. Por outro lado, este evento visa também mostrar e promover os produtos genuínos locais de qualidade, como é ocaso do Cabrito das Terras Altas do Minho.
Esta iniciativa conta, como com a participação e a colaboração dos Agrupamentos de Escolas do concelho, assim como outras entidades locais ligadas ao desenvolvimento rural.
DOWNTOWN EM CABECEIRAS DE BASTO
no próximo dia 25 de Março

Provavelmente muitos dos estimados leitores não saberão o que é o Downtown, mas certamente os amantes da telenovela “Morangos com Açúcar” sabem do que estamos a falar.
Esta modalidade de BTT consiste na descida de uma encosta urbana, com inúmeros obstáculos, que o ciclista terá que ultrapassar com toda a habilidade e destreza para chegar o mais depressa possível à meta, mantendo-se ao comando da sua bicicleta sem dar, muitas vezes, o mais que provável trambolhão.
Equipados a rigor com as necessárias protecções, os atletas montam as suas “máquinas” e iniciam a descida com toda a adrenalina, saltando obstáculos, descendo escadas, ultrapassando paredes, muros e outros. O público assiste entusiasmado.
Fazem-se em todo o país provas desta modalidade radical, algumas inscritas no Campeonato Nacional e outras extra-campeonato.
É uma dessas provas extra-campeonato nacional que vai acontecer em Cabeceiras de Basto, no próximo dia 25 de Março, pelas 13h30m, entre Vinha de Mouros e a Rua Adelino Amaro da Costa, inserida no programa da Semana da Floresta e do Cabrito. Espera-se uma grande moldura humana à semelhança do que acontece por esse país fora, onde quer que os corajosos atletas mostram as suas habilidades.

ATLETISMO EM VINHA DE MOUROS
no próximo dia 24 de Março

Integrada no programa da Semana da Floresta e do Cabrito realiza-se no próximo dia 24 de Março, a partir das 15h00, no Centro de Educação Ambiental, em Vinha de Mouros, uma prova de atletismo destinada às categorias de benjamins, infantis, iniciados, juvenis, juniores, séniores e ainda veteranos.
Esta é mais uma inciativa da autarquia que a Emunibasto organiza no âmbito daquela semana da floresta e do cabrito, com o intuito de promover a prática desportiva enquanto actividade de ocupação dos tempos livres.
As inscrições estão abertas até ao próximo dia 16 de Março na Casa da Cultura ou no Posto de Turismo, aguardando a organização que a população amante deste desporto participe em grande número.

Cinema em Cabeceiras de Basto

Para além do filme “O Amor não tira férias”, na tarde e noite do próximo dia 4 de Março, a Emunibasto traz mais dois filmes a Cabeceiras de Basto.
No dia 23 de Março, no Auditório Municipal Ilidio dos Santos, passará o filme “Uma Verdade Inconveniente”, às 10h30 e às 15h00 para a população estudantil e, à noite, pelas 21h30, para a população em geral. Este filme, um verdadeiro documentário sobre o aquecimento global, traz-nos os argumentos persuasivos de Al Gore, antigo vice-presidente dos Estados Unidos da América, que nos explicam que já não poderemos olhar para o problema do aquecimento global como uma questão política, mas sim como o maior desafio global que teremos que enfrentar de imediato. De referir que este filme foi recentemente premiado com um óscar.
No dia 24 de Março, pelas 19h00, é a vez da projecção do filme “Ainda há pastores”, do realizador Jorge Pelicano. Este filme recebeu já o Prémio Lusofonia e tem despertado grande interesse no público, enchendo as salas de cinema por onde tem passado.
Para despertar um pouco mais a curiosidade aos nossos leitores, aqui fica uma pequena descrição: «Há lugares que quase não existem. Casais de Folgosinho nem sequer é um lugar. Não há luz eléctrica, não corre água canalizada, muito menos estradas. Perde-se no silêncio de um vale entre as montanhas da Serra da Estrela. Em tempos foi um autêntico santuário de pastores, com dezenas de famílias e milhares de cabeças de gado. 365 dias por ano. Hermínio, 27 anos, contraria o fim. Dizem que é o pastor mais novo, mas também o mais doido. Sozinho, rádio na mão, rasga montanhas ao som das cassetes do popular cantor Quim Barreiros, que um dia sonha conhecer. Os sons das cassetes e do rádio puxam-no para fora de uma vida de solidão. São a união entre dois mundos diferentes. Distantes e próximos. Na sociedade moderna, o futuro de Hermínio é inquietante. Até quando o jovem Hermínio será pastor? Mas... Ainda há pastores? As estórias dos Casais de Folgosinho guardam a resposta».
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto pretende aproveitar este momento para homenagear os pastores de Cabeceiras de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.