Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-01-2007

SECÇÃO: Opinião

Tudo acaba, mais tarde ou mais cedo

foto
Numa tarde de Agosto
Perdi-te…….
Fiquei muito magoada
Pensei que me ama se

Meu coração ficou muito ferido
Sentido talvez…
Amar-te, sim
Amo-te
Não sei como vou viver sem ti mas…..

O meu amor é tão forte que…..
Depois de tudo, tentei acabar com todo este sofrimento
Se o fizesse só ia gerar mais confusão
Desisti…

Lembrei-me de momentos bons e maus
Tu foste os bons mas agora és os maus….
Os bons e saber que tenho apoio de amigos,
Que mas coisas boas e mas da vida tão sempre presentes

Perguntei-me
Porque, porque fazer uma coisa que não resolvia nada
Amar-te, sim
Estar contigo, não
Ser feliz, sim
Ao lado de que me ama
És um obstáculo a esquecer

Os tempos que passamos juntos
Lindos…. Por momentos talvez
Tu agora és,
És simplesmente
Nada

Desapareces-te da minha vida
Como a noite
Desaparece e dá lugar ao dia radiante

Por: Ana Preciosa

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.