Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-11-2006

SECÇÃO: Região

Recolha selectiva de resíduos
REBAT aposta na sensibilização da população para a preservação do ambiente

foto
Empenhada na educação para que as recolhas de lixo sejam mais eficazes, a REBAT - Associação de Resíduos Sólidos do Baixo Tâmega [Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Marco de Canavezes e Mondim de Basto] tem levado a cabo várias acções de sensibilização no sentido de alertar a população, sobretudo as camadas mais jovens para a necessidade e as vantagens de separar os lixos em casa.
Uma vez separados, os lixos são colocados em eco pontos e destinam-se à reciclagem, ocupando assim, menos espaço nos aterros sanitários, permitindo a poupança de matérias-primas e de energia, bem como contribuindo para a diminuição da poluição.
Dessas acções resultou um aumento do número de eco pontos colocados nos vários municípios e consequentemente, um aumento da recolha selectiva na região de intervenção da REBAT. Assim, em 2005 registou-se um aumento de 10 por cento no que se prende com a recolha de papel /cartão, 36 por cento na recolha de plásticos /metal e 15 por cento na recolha de vidro. De salientar que quase todos os materiais recolhidos vão para reciclagem, sobretudo o vidro e o papel/cartão, enquanto que dos materiais plásticos/metal apenas 34 por cento são reciclados.
Desde 2004, que os municípios aderentes têm vindo a registar um aumento nas quantidades recolhidas, sendo que Amarante lidera a tabela, secundado por Marco de Canavezes, Celorico de Basto, Cabeceiras de Basto, Baião e Mondim de Basto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.