Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-09-2006

SECÇÃO: Região

FEIRA/FESTAS DE S. MIGUEL E AGRO-BASTO
CARTAZ PROMOCIONAL DE CABECEIRAS DE BASTO

Abertura oficial da Agro-Basto e visita aos expositores
Abertura oficial da Agro-Basto e visita aos expositores
Cabeceiras de Basto foi de 20 a 30 de Setembro, o maior ponto de encontro desta vasta região. A Feira e a Festa de S. Miguel de Refojos constituíram um dos cartazes de maior atracção de público das terras do norte do país. Anualmente, em época de colheitas agrícolas, esta feira secular que também é festa, traz ao de cima aquilo que de melhor se produz nesta região, as tradições, de que se destacam as corridas de cavalos, os concursos pecuários e as chegas de bois.
Na abertura das festas deste ano, no dia 20 de Setembro, assinalada com salvas de morteiros e a actuação de grupos de Zés Pereiras, marcaram presença também dezenas de exemplares na feira de gado cavalar, a que se associou um programa de animação à noite, com a actuação do Grupo Musical RS3 e a sessão de cinema “Os três duques”, no Parque do Mosteiro, dando desta forma início a dez dias de diversão onde a tradição e a modernidade se cruzam e atraem sempre numeroso publico.
No dia 21 de Setembro, a animação saiu às ruas da feira promovida pelo “L-Burrancos – os Asininos de Miranda” seguida das corridas de cavalos em passo travado organizadas pela Associação de Criadores de Cavalos Garranos. A noite foi tempo de música com a actuação do grupo “Alecrim – tributos à música Portuguesa” no Parque do Mosteiro.

AGROBASTO ASSINALOU 30 ANOS

Os Da Weasel em plena actuação
Os Da Weasel em plena actuação
Apesar do tempo chuvoso que se fez sentir durante toda a feira, no dia 22 de Setembro, teve lugar a abertura da XXX Exposição/Feira de Actividades Económicas de Basto – AGROBASTO, certame das actividades económicas das Terras de Basto com maior expressão e importância no contexto regional, que este ano comemorou o 30º aniversário. Nesta iniciativa, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a EMUNIBASTO, EM, contaram, como habitualmente, com a colaboração das Autarquias dos restantes concelhos de Basto e dos municípios limítrofes, bem como das associações e organismos ligados à agricultura, pecuária, artesanato, produtos genuínos da terra, vinho e turismo que constituem os principais alvos de atenção desta feira. A promoção e divulgação das potencialidades de Basto onde se incluem os espaços naturais e de rara beleza, como é o caso dos rios, das espécies piscícolas e da caça, das carnes provenientes das raças autóctones do maronês e do barrosão, do Cabrito das Terras Altas do Minho, do mel, do fumeiro e da doçaria regional. A edição da AGROBASTO teve lugar no Mercado Municipal, ocupando uma área total de 6000m2, repartido por pavilhões cobertos e por um recinto ao ar livre de 2700m2 destinado à promoção/venda de máquinas e alfaias agrícolas, veículos automóveis, bem como um espaço destinado à exposição pecuária e à fauna.
As Bandas Filarmónicas marcaram presença nas Festas de S. Miguel
As Bandas Filarmónicas marcaram presença nas Festas de S. Miguel
Na cerimónia de abertura, na qual marcaram presença várias individualidades da região e do distrito, assim como uma delegação francesa de Neuville-Sûr-Saône, autarcas e população em geral, Joaquim Barreto, realçou a importância deste certame que ao longo dos anos se vem afirmando e para quem a Agro-Basto [30ª Exposição/Feira de Actividades Económicas de Basto], é uma montra privilegiada para a promoção dos produtos locais, especialmente das carnes das raças autóctones, do turismo ambiental, da gastronomia e do artesanato.
O Eng.º Joaquim Barreto mostrou-se optimista quanto ao futuro das terras de Basto, pois esta região dispõe de boas acessibilidades tais como a Auto-estrada A7 que liga esta terra aos grandes centros urbanos e a Espanha, colocando-se assim, na rota das vias europeias. Para o autarca este desenvolvimento assenta numa estratégia sustentável, equilibrada e integrada que permite desenvolver o concelho em todos os sectores.

Tradição e modernidade marcaram o programa festivo

Desfolhada Minhota no recinto da Agro-Basto
Desfolhada Minhota no recinto da Agro-Basto
Como já vem sendo hábito, o programa das Festas/Feiras de S. Miguel de Refojos alia as tradições com a modernidade, procurando equilíbrios que permitam agradar aos diferentes tipos de públicos através, quer da música popular, das tradições equestres, das chegas de bois, do folclore, das rusgas entre outras actividades de cariz popular a que se associam também os concertos musicais como os Da Weasel, entre outros, preenchendo o cartaz desta secular feira popular.
Assim, no dia 23 de Setembro, o programa prosseguiu com a alvorada festiva de morteiros e com uma corrida de cavalos a galope no Parque do Mosteiro organizada pela Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de cavalos de Corrida, seguindo-se, o III Encontro de Grupos de Bombos, Gigantones e cabeçudos. Nesse mesmo dia teve lugar a actuação do Grupo de Música Tradicional Portuguesa “Pai e Filhos”, o Grupo de dança do Ginásio Companhia Atlética e a findar a noite, o concerto musical com o grupo “da Weasel”, que atraiu ao Parque do Mosteiro numeroso público, sobretudo jovens.

Corridas a galope atraíram numeroso público
Corridas a galope atraíram numeroso público
Cortejo etnográfico apresenta tradições concelhias

O dia 24, foi o dia mundial do coração e como tal contou com a realização de várias actividades desportivas, seguindo-se à tarde um cortejo etnográfico que contou com a participação de 20 colectividades e associações provenientes de várias freguesias do concelho, enchendo de animação as ruas da vila, revivendo tradições e envolvendo centenas de pessoas que de forma abnegada apresentaram o que de melhor se fez e faz na sua localidade. Seguiu-se a actuação do Rancho Folclórico “As Tricanas Poveiras” no Parque do Mosteiro e à noite, um maravilhoso espectáculo de animação musical com o grupo de cordas “AIKVIDA”, no palco da Agro-Basto que registou o agrado do público presente.
O artista Quim Barreiros animou milhares de pessoas
O artista Quim Barreiros animou milhares de pessoas
E porque são dez dias de Festa, o programa prosseguiu com os Cantares ao desafio, com a actuação do Grupo Musical “Quadrângulo”, no Palco da Agro-Basto e com uma jornada destinada ao folclore. No dia 28 de Setembro, dia grande da feira, os grupos de bombos animaram as ruas da vila logo pela manhã, seguindo-se, a feira de gado bovino, o concurso pecuário aberto à participação dos distritos de Braga e Vila Real. O dia 28 de Setembro fica anualmente marcado pelas tradicionais chegas de bois, espectáculo muito apreciado e sempre concorrido que deliciou o público presente. À noite teve lugar o arraial minhoto. Nas ruas andaram os cantadores ao desafio acompanhadas pelas concertinas enquanto que no palco actuou o cantor popular Quim Barreiros, que atraiu ao Parque do Mosteiro um “mar de gente” que ao som da música dançou, cantou e aguardou a espectacular sessão de fogo de artifício e a posterior actuação do grupo Salsa Show.

Dia 29 de Setembro, dia de S. Miguel

O Ministro da Agricultura, Dr. Jaime Silva  assistiu ao Concurso Pecuário e entregou prémios aos vencedores
O Ministro da Agricultura, Dr. Jaime Silva assistiu ao Concurso Pecuário e entregou prémios aos vencedores
No dia 29 de Setembro, Dia do Município, feriado Municipal e dia de S. Miguel, a principal nota foi para a missa solene e a imponente procissão em honra do Padroeiro. A noite ficou marcada ainda pelo concerto das bandas Cabeceirense e de Arcos de Valdevez, que aconteceu no Parque do Mosteiro.
A tradicional Feira/ Festa de S. Miguel de Refojos, registou a afluência de milhares de visitantes devido à atractivamente do concelho encerrando no dia 30 com a tradicional feira das trocas, o 1º Concurso Canino de Cabeceiras de Basto, e o 1º Encontro de Tocadores de Concertinas.

foto




Grupos de Bombos percorreram as ruas de Cabeceiras
Grupos de Bombos percorreram as ruas de Cabeceiras




O carro etnográfico da freguesia de Painzela
O carro etnográfico da freguesia de Painzela




A Magestosa Procissão de S. Miguel
A Magestosa Procissão de S. Miguel


© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.