Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-09-2006

SECÇÃO: Correio do Leitor

Carta Aberta

Ex.ma Srª.
D. Fernanda Carneiro

Eu, Domingos Araújo, leitor assíduo do “Ecos de Basto” devo dizer-lhe sinceramente que o que mais gosto de ler são as suas crónicas.
Simples, um pouco pessoais, mas com uma simplicidade que toca o coração saudosista de quem como eu teve de deixar essa linda terra de que hoje tanto me orgulho.
Quando a Dona Fernanda fala de pessoas que conheci na minha infância e que já partiram deste mundo, como o Sr. António Revolta, o Tio José de Conselheiros, a Mirinha de Paredes, que foi inclusive minha catequista, fico com os olhos cheios d’água.
A última crónica de 31-08-2006 tocou-me profundamente porque também eu já andei, aí em Cabeceiras, a empurrar portais velhos que há sessenta e tal anos muitas vezes transpus. Só para citar uma passagem, há uns anos atrás, no dia do meu aniversário, ao passar no lugar da Cachada, onde nasci, não resisti, parei o carro, bati à porta só para dizer: “eu nasci aqui, há “xis” anos”.
Outra rubrica que gosto de ler é “O Concelho em Acção”, porque quem conheceu Cabeceiras de Basto há sessenta e tantos anos sabe que evoluiu mais nestes últimos dez, treze anos, do que em cinquenta, graças ao bom presidente da Câmara, engº Joaquim Barreto.
D. Fernanda, continue a dar notícias dessa linda terra. Bem-haja.

Com os melhores cumprimentos.
Domingos Araújo Magalhães

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.