Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-07-2006

SECÇÃO: Região

Casa Municipal da Cultura apresenta
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS DO HOMEM ILUSTRADA

A Casa Municipal da Cultura apresente ao público de 10 a 30 de Julho uma exposição constituída pela ilustração de 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos do Homem. Trata-se de uma iniciativa que tem como objectivos desenvolver os conhecimentos da população sobre este tema, divulgando as associações de solidariedade e defesa dos direitos do homem ao mesmo tempo que promove iniciativas em defesa da liberdade, igualdade, justiça e dignidade humana. Por outro lado, as ilustrações apresentadas visam também alertar e sensibilizar para as questões relacionadas com os direitos humanos, promovendo um espírito solidário.

foto
Recorde-se que no dia 10 de Dezembro de 1948, foi adoptada e proclamada a Declaração Universal dos Direitos do Homem através da resolução 217-A (III) da Assembleia-Geral das Nações Unidas, tendo sido publicada em Portugal no Diário da Republica, I série, de 9 de Março de 1978.
A realização desta exposição fotográfica resulta de uma parceria estabelecida entre a Biblioteca Pública de Vila Nova de Famalicão, a EMUNIBASTO e a Câmara Municipal.
Ao mesmo tempo, naquele espaço cultural de Cabeceiras de Basto, localizado em plena Praça da República, em Refojos, aberto de Segunda a Sexta-feira entre as 9horas e as 12h30m e as 14horas e as 17h30m, os visitantes podem adquirir livros alusivos a esta temática, bem como observar cartazes e material publicitário de associações nacionais que lutam pela defesa dos Direitos Humanos, tais como a AMI [Assistência Médica Internacional], Amnistia Internacional [Secção Portuguesa] e UNICEF [Comité Português].

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.