Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-06-2006

SECÇÃO: Desporto

Viriatos conquistam Taça de Portugal de Goalball

Os Viriatos de Viseu arrecadaram no dia 18 de Junho, a Taça de Portugal de Goalball.
Um troféu disputado por nove equipas, durante dois dias consecutivos [17 e 18 de Junho] e que trouxe até ao Gimnodesportivo de Cabeceiras de Basto, cerca de setenta atletas de várias localidades do continente e ilhas, para participar neste evento desportivo especialmente direccionado para pessoas portadoras de deficiência visual.
Recorde-se que o Goalball é um jogo destinado aos invisuais. Surgiu após a II Guerra Mundial como forma de ocupar os ex-combatentes que ficaram cegos no conflito, levando-os a praticar exercício físico.
Esta modalidade que consiste no uso de uma bola oca, contendo guizos no seu interior para que os jogadores a oiçam mais facilmente, representa uma ajuda importante na orientação e mobilidade dos atletas que a praticam.

A equipa vencedora - os Viriatos de Viseu
A equipa vencedora - os Viriatos de Viseu
As Equipas A e B dos Minhotos, as equipas A e B de Alcoitão, os Académicos, o Goalbraga, a DR Norte e a equipa da Acapo dos Açores, disputaram igualmente este importante troféu, que, contrariando o favoritismo das equipas de Alcoitão, foi alcançado pelos Viriatos de Viseu.

Superar as dificuldades

Esta iniciativa organizada pela Federação Portuguesa de Goalball e pela Associação de Apoio aos Deficientes Visuais dos Distrito de Braga, contou com o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, que de imediato se disponibilizou para acolher este evento e que, apesar de passar despercebido aos olhos do grande público, representou uma importante prova para todos aqueles que participaram e que fazem deste desporto uma forma de se manterem activos, contribuindo simultaneamente para aumentar a confiança nas capacidades de cada um e para o desenvolvimento de um conjunto de estratégias que visam superar os problemas e as dificuldades sentidas pelos invisuais.
Esta iniciativa, realizada em Cabeceiras de Basto, teve igualmente como objectivo proporcionar aos praticantes desta modalidade o contacto com outras realidades e com outros cidadãos praticantes e adeptos do Goalball, permitindo ao mesmo tempo combater a exclusão social e proporcionar aos atletas uma interacção na sociedade por forma a que possam sentir-se mais úteis e independentes.
Ao apoiar a realização da Taça de Portugal desta modalidade, a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto está não só a contribuir para a realização de uma importante prova desportiva para estes cidadãos portadores de deficiência visual, mas também a proporcionar a todos os cabeceirenses a oportunidade de conhecer melhor um desporto diferente, apenas praticado no concelho aquando da realização do Torneio de Goalball que teve lugar em Fevereiro último.

Solidariedade garante concretização de actividades

Na sessão de encerramento que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, da Delegada do Instituto do Desporto de Braga, do Vereador do Desporto da Câmara Municipal e ainda de representantes da empresa Emunibasto, o presidente da Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do distrito de Braga, Domingos Silva, manifestou o seu contentamento pela forma como decorreu a prova, assim como a disponibilidade e a hospitalidade manifestada pela Autarquia Cabeceirense que, desde a primeira hora, aceitou acolher a Taça de Portugal de Goalball.
Para Domingos Silva, tal só foi possível graças à solidariedade do Presidente Joaquim Barreto, que ao apoiar esta iniciativa está a contribuir para dinamizar o desporto para deficientes, como o Goalball, ao contrário do Governo que disponibiliza parcos apoios para a realização deste tipo de eventos.
Na sua intervenção este dirigente associativo, manifestou ainda a sua tristeza por não haver uma selecção nacional de Goalball, já que Portugal, dispõe de bons jogadores que deveriam ser acarinhados e incentivados a participar em provas não só de cariz nacional, mas também internacional.
Por fim, Domingos Silva deixou uma palavra de apreço a todos quantos organizaram e participaram nesta prova, assim como à equipa vencedora e aos restantes premiados, pelo fairplay demonstrado ao longo da competição.


Melhor equipa > Viriatos de Viseu
Melhor Jogador > Mário Lopes [DR Norte]
Melhor Marcador > Fernando Silva [Viriatos – Viseu]

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.