Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-03-2006

SECÇÃO: Associações Vivas

Associação de Moimenta valoriza usos e costumes

Para envolver a comunidade local em actividades lúdicas, recreativas e culturais são muitas as freguesias de Cabeceiras de Basto que criam Associações com essa finalidade. Associações que dão vida à população, que valorizam usos e costumes e que incentivam os jovens e menos jovens a conviver. Moimenta, um lugar da freguesia de Cavez, do concelho de Cabeceiras de Basto, não é excepção à regra, e tem em funcionamento a Associação Recreativa (ARM).

O magusto a assinalar o Dia de S. Martinho
O magusto a assinalar o Dia de S. Martinho

O dia está chuvoso e o frio faz-se sentir, está uma manhã propícia para a conversa. Sentado na secretária da sala da Escola Primária de Moimenta está Filipe Basto que hoje nos fala sobre a ARM – Associação Recreativa de Moimenta. Natural desta freguesia, Filipe é um dos membros da associação, criada a 24 de Junho de 2002, por vontade de um grupo de jovens de Moimenta que pretendiam desenvolver um conjunto de actividades que trouxesse uma nova dinâmica à aldeia. “Tentámos criar uma associação para que haja convívio entre os pequenos lugares como Moimenta, que está afastado da vila. “Queríamos e queremos desenvolver actividades culturais, recreativas, desportivas que envolvam a população de Moimenta”, afirma Filipe.
Elementos da Associação Recreativa de Moimenta
Elementos da Associação Recreativa de Moimenta
Com apenas quatro anos de vida, e com cerca de 152 sócios, foram já várias as actividades desenvolvidas pela ARM, nomeadamente os torneios de sueca que envolvem um grande número de participantes, os magustos e a festa de passagem de ano. A ARM realiza também anualmente a festa de natal, que envolve toda a comunidade e na qual, além dos comes e bebes, se realiza uma troca de prendas entre todos os presentes. “Esta é uma forma agradável que encontrámos de assinalar a data e levar o Natal até todos os habitantes de Moimenta”, afirma o director. Ainda no que a festas diz respeito a ARM realizou este ano, pela primeira vez, a Festa da STª Maria Madalena, padroeira deste lugar, proporcionando à população mais um momento de alegria e convívio. Esta associação participa também, anualmente, no concurso de Cantares das Janeiras, organizado pela Câmara Municipal, tendo arrecado o 3º prémio em 2003.
No que se refere à formação, a ARM tem desenvolvido algumas acções neste sentido. Realizaram-se já dois cursos nesta associação, nomeadamente de culinária e de bordados, no âmbito do Ensino Recorrente, que permitiram à população local obter ou aprofundar conhecimento nestas áreas.
População troca presentes na Festa de Natal
População troca presentes na Festa de Natal




Todas estas actividades desenvolvidas pela ARM envolvem custos, que por vezes “não são fáceis de suportar”, mas, como afirma Filipe Basto, “com o apoio da população, com o nosso empenho e com alguns patrocínios lá vamos conseguindo ter algum dinheiro”. A criação de um grupo de bombos é um dos principais objectivos a concretizar a curto prazo por esta associação, “já temos bombos para crianças e adultos, temos a população que tem interesse no grupo, mas não temos quem nos ensine, falta-nos esse recurso, e também não temos dinheiro para pagar a quem ensine”.
A ARM integra  pessoas de várias gerações
A ARM integra pessoas de várias gerações
Também o desporto não é esquecido pela ARM. Todas as segundas e sextas-feiras de cada mês reúne um grupo de cerca de quinze jovens, entre os 15 e os 25 anos, e jogam futebol no Pavilhão Gimnodesportivo de Cavez. “Queremos desenvolver actividades para que todos possam participar, desde os mais jovens aos menos jovens”, relembra o nosso entrevistado e membro da associação.

“Queremos envolver mais gente”

No seguimento do seu percurso de vida, a ARM tem objectivos a atingir, sempre com o intuito de “envolver cada vez mais a população” nas actividades que levam a cabo. Pretendem manter as acções que desenvolveram até então, mas querem também avançar com novas ideias. Os percursos pedestres são um desses objectivos, que surgem no sentido de valorizar o contacto com o meio ambiente.
A Associação participou no concurso Cantares das Janeiras
A Associação participou no concurso Cantares das Janeiras
A ARM afirma-se assim como sendo uma associação que pretende organizar diversas actividades de âmbito sócio-cultural, incentivando os jovens a participar em competições inseridas num ambiente de justiça e destreza. Força de vontade, criatividade e empenho são atributos que não faltam aos membros desta associação que se esforçam para oferecer à população momentos de salutar convívio e confraternização.
A manhã está quase passada, aproxima-se a hora de almoço. Lá fora a chuva teima em cair. A encerrar a página Filipe Basto afirma que “ a ARM existe pela e para a população de Moimenta e do concelho de Cabeceiras de Basto e o nosso principal objectivo é continuar a crescer e dar vida às nossas populações, valorizando as nossas raízes”.

Por : Sílvia Machado e Carla Oliveira

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.