Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-02-2006

SECÇÃO: Região

Assembleia Municipal reuniu a 22 de Fevereiro

Realizou-se no dia 22 de Fevereiro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho mais uma sessão da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, liderada pelo socialista Serafim China Pereira.
Uma sessão pública, que reuniu os deputados municipais eleitos em representação das forças políticas do PS, PSD e CDU, para tomar conhecimento, analisar, debater e aprovar a actividade desenvolvida no Município Cabeceirense nos últimos três meses
Perante uma sala repleta de autarcas e de público em geral, no período que antecedeu a ordem do dia, foram discutidos alguns assuntos de interesse para o município de Cabeceiras de Basto, nomeadamente ao nível da educação e da saúde. Assim, no que se prende com a educação foi questionado o encerramento de várias escolas no concelho, assunto sobre o qual o Vice-Presidente da Câmara Municipal e também vereador da Educação, Dr. Jorge Machado se pronunciou, informando todos os presentes da vontade anteriormente expressa pelo Ministério da Educação no sentido de encerrar 22 estabelecimentos de ensino neste concelho, bem como, as diligências que foram efectuadas pela Autarquia e que contribuiram para fixar em 15 o número de escolas a encerrar durante o próximo ano lectivo em Cabeceiras de Basto.
No âmbito da saúde, foi questionado o encerramento do Hospital Prof. Júlio Henriques, propriedade da Misericórdia e a entrada em funcionamento no Centro de Saúde local do Serviço de Atendimento Permantente e do Internamento. Um tema que levou o Presidente da Câmara, Joaquim Barreto a fazer uma breve resenha sobre o historial deste processo, assim como os avanços, recuos e motivações, das várias partes envolvidas. Unânime foi a conclusão de que o antigo Hospital, não reunia, de todo, condições para a prestação de serviços de saúde aos habitantes deste concelho e das redondezas.
Findo este período de debate antes da ordem do dia, que se prolongou excessionalmente, devido à importância dos assuntos em causa, a reunião da Assembleia Municipal prosseguiu com a aprovação, da acta referente à reunião anterior, a indicação do Professor Fernando Brás como representante deste órgão no Conselho Municipal da Educação, a aprovação do regulamento de utilização do Pavilhão Gimnodesportivo de Refojos e ainda a aprovação da comparticipação e empréstimo a longo prazo para financiamento complementar no âmbito da aquisição de 21 fogos edificados no Arco de Baúlhe. Por fim, foi aprovado o regulamento orgânico e o quadro de pessoal da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, agora ajustado no sentido de corresponder aos novos desafios e necessidades da população do concelho.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.