Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-02-2006

SECÇÃO: Opinião

CRIANÇAS EM SEGURANÇA…?

foto
Todos os dias o país fica alarmado com novos casos de maus-tratos, acidentes de viação, acidentes domésticos, … com crianças. Discute-se a (in)segurança nas nossas estradas, casas, infantários/escolas,…lançam-se campanhas sucessivas que chamam a atenção para a negligência (bem intencionada é certa), através da Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI) mas, na verdade, apesar de nos mostrarem como está nas nossas mãos protegê-las, fazemos tão pouco por isso!
Pare de ler por uns instantes e observe em seu redor.
Já observou? Este está adequado por forma, a oferecer segurança a uma criança independentemente da sua idade?
À medida que as crianças se desenvolvem surgem novos riscos e rapidamente os acidentes se tornam na maior ameaça para o bem-estar, saúde e vida das mesmas.
Os pais, apesar de toda a sua boa intenção, por vezes descuidam-se, na ilusão de que os acidentes só acontecem aos outros. Pois é, mas o perigo está ao virar de cada esquina e tudo pode acontecer a quem não tomar as devidas medidas para os prevenir.
Nesta fase da vida, é fundamental que se mantenha um ambiente seguro à volta da criança, não só, na sua própria casa mas também em casa de familiares, nos infantários/escolas, no transporte(automóvel, autocarro escolar…). Como tal, se nos habituarmos a respeitar determinadas regras de segurança muito simples, conseguimos evitar a maioria dos acidentes que acontecem, com isso, pouparemos muitas vidas, incapacidades, idas ao hospital e, também muito sofrimento!
Visto ser este um tema muito vasto e, pelo qual tenho especial interesse, irei abordar cada uma das regras de segurança, nomeadamente no transporte no carro/autocarro, cama(asfixia), quedas, queimaduras, banheira, escadas, tomadas de electricidade, objectos, … ao longo dos próximos artigos. O meu objectivo é, de certa forma, contribuir para o esclarecimento dos leitores e sensibilizar cada um, para a necessidade de melhorar o ambiente que rodeia as nossas crianças, que deve ser acolhedor estimulante e seguro, em vez, de uma ameaça à vida!
Não se esqueça que está nas nossas mãos, ali ao nosso alcance!

Por: Anabela Rodrigues

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.