Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-02-2006

SECÇÃO: Região

Mais e melhor àgua abastece o Arco de Baúlhe
Um investimento de 507.019 Euros (101.684 contos) - Construção da 3,262 km de adutora entre Paçô – Refojos e Arco de Baúlhe

foto
O abastecimento público de água aos municípes tem sido uma prioridade do actual executivo da Câmara Municipal. Garantir mais água e em melhor qualidade à população foi a ideia que presidiu à realização de obras neste sector nos últimos anos.
O Arco de Baúlhe é uma das freguesias do concelho que mais investimento tem registado nesta área, não só com a construção da nova adutora para levar a água proveniente de S. Nicolau – Cabeceiras de Basto aos depósitos já existentes nas Barreiras e em Morgade, mas também com a substituição e reformulação das tubagens das redes de abastecimento em vários lugares desta vila. A água que abastecia a vila do Arco de Baúlhe, importante núcleo populacional, era outrora, captada directamente no Rio Peio (junto à ponte do Caneiro) e bombada para os depósitos já referidos, localizados nas Barreiras e em Morgade. Agora com este novo sistema de abastecimento a partir de S. Nicolau há uma redução, dos custos mensais fixos da ordem dos 2.099, 81 euros (420 contos) que antigamente se gastavam com a bombagem de água do rio Peio para os depósitos, do número de avarias e registe-se ainda, que há também uma melhor qualidade da água fornecida aos consumidores.
Para levar a água até ao Arco de Baúlhe foi necessário construir 3,262km de conduta de adutora entre Paçô (Refojos), Morgade e Barreiras (Arco de Baúlhe), facto que representou um investimento para a Câmara na vila do Arco de Baúlhe de 223.577,76 euros (44.823.316$00).
Abastecimento de água à vila do Arco de Baúlhe - Repavimentação em calçada nas zonas onde foi colocada a tubagem, no lugar de Cerca Nova
Abastecimento de água à vila do Arco de Baúlhe - Repavimentação em calçada nas zonas onde foi colocada a tubagem, no lugar de Cerca Nova

Substituição e remodelação de mais de 6 km de condutas
Tal como referimos, a vila do Arco de Baúlhe tem vindo a ser alvo de uma forte intervenção, também, ao nível da substituição e remodelação da rede de abastecimento público de água nos arruamentos e interior dos lugares. Referimo-nos à execução de trabalhos que incidem na substituição da antiga tubagem (parte dela ainda em “lusalite” e ferro fundido, material propenso à libertação de ferrugem) que servia aquela localidade há quase três décadas, que se encontrava já obsoleta e sem capacidade de garantir o fornecimento deste precioso líquido nas melhores condições.
Abertura de rota e colocação de conduta na Avenida Capitães Elísio de Azevedo
Abertura de rota e colocação de conduta na Avenida Capitães Elísio de Azevedo
A remodelação e a substituição do material das condutas por PVC (plástico) com maior dimensão e de melhor qualidade verificou-se nos principais arruamentos e caminhos da vila numa extensão de mais de seis quilómetros abrangendo, nesta fase, os lugares da Serra, Cerca Nova, Crasto, Baúlhe, Arrabalde, Igreja, Perdizes, Pojeira, parte de Morgade e ainda a Avenida Capitão Elísio de Azevedo.
Ao que apuramos, as obras têm decorrido com normalidade e espera-se que em breve, a população da freguesia possa beneficiar em pleno deste serviço.
Recorde-se que estes empreendimentos resultam da empreitada em curso referente à construção de rede distribuidora do abastecimento de água à vila do Arco de Baúlhe e freguesias limitrofes, cujo investimento está quantificado em 196.439,18 Euros (39.382.529$00).
Substituição e remodelação das condutas de abastecimento na vila do Arco de Baúlhe
Substituição e remodelação das condutas de abastecimento na vila do Arco de Baúlhe
Soubemos ainda que foram executados, neste sector das águas mais trabalhos por administração directa, com pessoal da autarquia, no valor de 87.002,31 Euros (17.442.397$00) nos lugares do Caneiro, Portela, parte da Cerca Nova, Carvalhal e outros.
O investimento que a Câmara municipal está a realizar no sector das águas no Arco de Baúlhe, quer na adutora, quer nas redes de distribuição totaliza uam verba global de 507.019,25 Euros (101.684 contos).

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.