Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-01-2006

SECÇÃO: Região

Cabeceiras de Basto quer integrar a Região de Turismo Verde Minho

O Presidente do Município de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, manifestou no dia 16 de Janeiro, ao Presidente da Região de Turismo Verde Minho, Henrique Moura, a vontade em integrar este organismo regional.
Segundo apuramos, o Presidente da Verde Minho mostrou-se satisfeito com este eventual alargamento, até porque Cabeceiras de Basto é Minho e como tal é objectivo de Henrique Moura fazer do Minho um destino único. Só assim, será viável a criação de uma estrutura mais forte e que congregue os interesses do vários concelhos da Região, aqui se inserindo a ideia de, num futuro próximo, fundir os organismos actualmente existentes, ou seja, Região de Turismo Verde Minho, Região de Turismo do Alto Minho e Zona de Turismo de Guimarães.
Até lá, a promoção turística continuará a ser feita a ritmos diferentes por três organismos diferentes.
Região de Turismo da Serra do Marão
Recorde-se que Cabeceiras de Basto integra, de alguns anos a esta parte, a Região de Turismo da Serra do Marão, sedeada no Distrito de Vila Real.
A Região de Turismo da Serra do Marão abrange um território extenso e diversificado, podendo aqui encontrar-se paisagens próprias do Minho, do Douro e de Trás-os –Montes.
As paisagens minhotas correspondentes às chamadas Terras de Basto [Ribeira de Pena, Celorico e Mondim de Basto].
No entanto, a ligação natural dos cabeceirenses é com Braga, sede do distrito, que acolhe muitos estudantes e cidadãos naturais de Cabeceiras de Basto, que ali trabalham e residem, criando laços de afecto e uma forte proximidade entre este municípes deste concelho e Braga.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.