Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 31-01-2006

SECÇÃO: Região

Surpreendido pelos protestos

foto
Padre Barros condena violência

Pároco da freguesia de Passos há muitos anos, o Pe. António Coelho de Barros mostra-se surpreendido pelo acto levado a cabo por alguns populares de boicotar as eleições do Presidente da República, acto que o deixou triste e magoado.
- Lamento que algum povo de Passos tivesse recorrido à violência para manifestar a sua opinião. Nesse dia, como era domingo, vinha celebrar a missa e no caminho fui informado do que se estava a passar. Resolvi não ir para junto dos manifestantes que, quase de certeza, não obedeceriam a qualquer mensagem que eu lhes dirigisse na ocasião. É preciso mais educação e respeito. Só o diálogo é que pode resolver os problemas e não vale a pena discutir-se a quem pertence este ou aquele edifício. São da comunidade e, portanto, torna-se necessário estabelecer consensos e acordos entre os diversos responsáveis da Câmara, da Junta de Freguesia e da Comissão Fabriqueira, com vista a aproveitar melhor as coisas e servir as populações. Faz falta humildade e mais inteligência para que os problemas se resolvam a contento de todos. A violência e a arruaça não levam a lado nenhum. Apenas serve para atrasar o desenvolvimento de Passos e isso eu não quero e a maioria do povo também não.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.