Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-01-2006

SECÇÃO: Política

Processo remonta a Dezembro de 2004

Recorde-se que já em 28 de Dezembro de 2004, altura em que a Comissão Política Concelhia do PS de Cabeceiras de Basto reuniu em Assembleia Geral, foi tornada pública a decisão deste órgão de retirar a confiança política aos militantes Miguel Teixeira e Nógrega Moura:
Na ocasião [Dezembro de 2004], a Comissão Política referiu ao “analisar a situação política local, que desde há cerca de dois anos, algumas pessoas, entre as quais, os cidadãos Miguel Teixeira e Nóbrega Moura, usam a condição de militantes do Partido Socialista, envolvendo-se em diversos processos e acções, que contrariam as orientações e as decisões dos órgãos concelhios do Partido, legal e legitimamente eleitos e em funções, bem como os princípios e os valores do PS, dos quais destacamos:
- Intervenções públicas, periódicas, como se fossem os porta-vozes do PS, em oposição às deliberações da direcção do Partido, abstendo-se de as fazer nos locais próprios, como os Estatutos e os deveres de militante recomendam;
- Uso indevido da condição de militante socialista, para fazer valer as suas posições pessoais, junto dos cidadãos, induzindo-os em erro e criando situações duvidosas, que em nada contribuem para o bom nome do Partido Socialista;
- Um comportamento e uma acção política permanente, idêntica à actividade desenvolvida por dirigentes do PSD local, o que constitui uma colagem e uma identidade partidária incompatível com o pensamento e a postura do Partido Socialista;
No comunicado emitido a Comissão Política (que contou com a presença de 35 elementos, entre eles diversos autarcas, Presidentes de Junta, representantes da JS e outros militantes), mencionou também, que a prática e as posições políticas dos cidadãos, Miguel Teixeira e Nóbrega Moura, dificultam, prejudicam e enfraquecem o trabalho do Partido Socialista.
Já na ocasião a Comissão Política considerou que é indispensável “separar as águas”, distinguindo com clareza, quem está com o Partido, quem está contra ele e quem defende, intransigentemente, os seus princípios, valores e comportamentos. Pois é um dever de todos os militantes respeitar o Partido e as decisões democráticas dos seus órgãos eleitos, sob pena de comprometermos o projecto de futuro que defendemos para Cabeceiras de Basto;
O comunicado emitido terminou da seguinte forma “face aos considerandos referidos, e para que todos os verdadeiros militantes socialistas estejam alerta e não se deixem envolver na dúvida e em situações menos claras, a Comissão Política deliberou, por unanimidade, retirar a confiança política aos militantes: Miguel Teixeira e Nóbrega Moura, tornando pública e dando a máxima divulgação a esta importante e clarificadora decisão do Partido Socialista.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.