Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 30-11-2005

SECÇÃO: Última Página

Rede de Auto-estradas do Norte concluída este ano

O Ecos de Basto soube que estão a chegar ao fim os trabalhos de construção dos troços entre Guimarães e Fafe e entre o Arco de Baúlhe e Ribeira de Pena, saltando para Dezembro o resto do percurso entre o limite do concelho ribeirapenense e o nó do IP3, em Vila Pouca de Aguiar, por causa de dificuldades na expropriação de uma pedreira e de alguma demora na definição da localização do nó com o itinerário que liga a Chaves.
Desta forma, as populações do Minho, do Grande Porto e do distrito de Vila Real ficarão servidas por um conjunto de ligações rodoviárias há muito ansiadas.

foto
A partir da cidade berço – Guimarães – será possível viajar, em breve, pela mesma auto-estrada para Sul, entrando na A4 em Marco de Canavezes, já que o troço A11/IP9 está praticamente concluído. Também a ligação desta via a Felgueiras abrirá proximamente.
Até ao final do ano de 2005, Cabeceiras de Basto adquire uma nova centralidade que lhe permite fazer ligação, a Norte, a Sul e também à Espanha, colocando este concelho na rota Europeia.
Recorde-se que o troço da Auto-estrada A7/ IC5, de 19 km, que liga Fafe ao Arco de Baúlhe, abriu ao tráfego em 19 de Novembro de 2004 e desde então, Cabeceiras adquiriu nova centralidade e melhores acessibilidades..
Foi um acontecimento de extrema importância para o concelho, com o qual, na ocasião, a Câmara Municipal se congratulou, uma vez que esta via de comunicação poderá transformar-se num dos mais favoráveis factores de desenvolvimento para o concelho e para a região.
Uma velha aspiração, cujo traçado (que atravessa o concelho) resultou do trabalho de um conjunto de autarcas, Presidentes de Câmara desde Fafe a Valpaços que idealizaram e reivindicaram esta via rodoviária numa reunião realizada em Cabeceiras de Basto e que agora culmina com a abertura de novos troços que colocam Cabeceiras no centro de uma importante rede viária.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.