Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-10-2005

SECÇÃO: Política

Autárquicas 2005/Cabeceiras de Basto
Secção do Partido Socialista congratula-se com resultado conseguido

Conhecidos e analisados os resultados das eleições autárquicas, efectuadas no dia 9 de Outubro, a Secção do Partido Socialista de Cabeceiras de Basto, torna público a seguinte comunicação:

1. Congratula-se com o civismo, o respeito e a grande participação no acto eleitoral, que consideram exemplares por parte dos eleitores e da população em geral deste concelho, a revelar mais uma vez, um sentido de plena cidadania e uma imagem pública de enorme serenidade e empenho na vida da comunidade cabeceirense.
2. Felicita e cumprimenta todos os candidatos, particularmente aqueles que foram eleitos, com destaque especial para os socialistas, que deram ao Partido uma das maiores vitórias de sempre em Cabeceiras de Basto, cuja percentagem é de 61,1 por cento, atingindo o segundo melhor “score” distrital e um dos maiores a nível nacional contra a coligação PSD/CDS-PP, facto notável, que revela o trabalho e a dedicação sem limites ao serviço da causa pública e do desenvolvimento destas terras, por parte dos autarcas socialistas.
3. Endereça uma palavra de especial apreço e de solidariedade aos candidatos a Presidente de Juntas que não tendo sido eleitos prestaram um serviço ao Partido de inestimável valor, que nunca deixarão de lhes reconhecer.
4. Regozija-se com o facto de ter atingido os objectivos a que o Partido se propõs para estas aleições:
a. conseguir o maior número de votos 7.14- 61,1%, PSD: 4.023- 34,8%, CDU: 253 – 2,2%
b. eleger o maior número de autarcas: Câmara Municipal, PS: 5, PSD: 2, CDU/IND. 0 ; Assembleia Municipal, PS:13, PSD 7, CDU/IND:1; Juntas de Freguesia, PS – 13, PSD – 4; CDU/IND – 0; Assembleias de Freguesia, PS - 79; PSD - 47; CDU.- 0, Unidos 1, contrariando, sem margem para dúvidas, as “vozes ajuizadas” que acusavam a direcção do Partido de o conduzir para uma “vala comum” .
5. Realça a figura do Engº Joaquim Barreto, reeleito para um novo mandato na Câmara Municipal, como o principal obreiro de um concelho em franco progresso, como referência ética e moral no exercício de funções políticas e como lider de um projecto sério e digno, que visa melhorar as condições de vida e o bem-estar das populações do concelho.
6. Enaltece o papel, a determinação e o empenhamento dos candidatos do Partido Socialista das listas da Câmara, da Assembleia Municipal e das Assembleias de Freguesia, cuja acção foi determinante para o reforço da maioria nos órgãos da autarquia de Cabeceiras de Basto.
7. Louva e reconhece o trabalho e o esforço dispendido pelas estruturas da campanha, comissões de apio e de honra, mandatários, militantes e simpatizantes do PS e ainda de muitas e muitas centenas de pessoas anónimas, que deram a sua colaboração desinteressada às listas do PS.
8. Reafirma, por último, aos Cabeceirenses em geral a vontade dos nossos autarcas em continuar uma acção cada vez mais aprofundada e empenhada na realização e concretização das obras, projectos e iniciativas que visem fazer "mais e melhor pela nossa terra", nunca abdicando dos valores e princípios da justiça, da fraternidade e da solidariedade que norteiam, como sempre, o Partido Socialista.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.