Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

SECÇÃO: Política

Distrito de Braga
PS escolheu António Costa

Nas eleições Primárias do Par-tido Socialista realizadas a 28 de setembro, o distrito de Braga deu uma vitória clara e inequívoca a António Costa. Vitória esta, que militantes e simpatizantes confirmaram no país.
Em Braga, foi com grande entusiasmo que esta vitória foi recebida na sede da Federação do PS, já sob a liderança do cabeceirense Joaquim Barreto. Muitos militantes e simpatizantes juntaram-se ao novo líder da distrital de Braga para «celebrar e falar da esperança num novo rumo para o país».
Outrora bastião de António José Seguro, Braga contabilizou mais de 14 mil votantes nestas primeiras eleições Primárias realizadas no país, ‘deixando cair’ o então secretário-geral, dando assim vitória a António Costa com uma grande maioria dos votos, isto é, 8.300 votos (56,6%) contra 6.300 votos (42,8%) da candidatura de António José Seguro.
O socialista Joaquim Barreto disse estar «muito contente com os resultados obtidos» destacando em primeiro lugar a «elevada participação de militantes e simpatizantes nestas eleições primá-rias, permitindo a António Costa uma vitória clara e inequívoca».
Para o líder da distrital, «o PS está no bom caminho e a elevada participação dos militantes e simpatizantes mostram que o partido respondeu e escolheu de uma forma clara aquele que querem para primeiro-ministro», referiu, indicando que o número de votantes do distrito de Braga (52%) era expectável.
«O nosso trabalho prossegue agora no sentido de procurar criar, a partir destes números, as condições para que se faça a unidade e fortalecimento do partido, para que esteja mobilizado para as vitórias», adiantou Joaquim Barreto, que garante ser essa mesma união que procura criar no seio do partido. «Vou fazer tudo para fazer essa unidade partidária, contando com todos os que gostam do PS, militantes e simpatizantes, porque o PS tem que regressar ao caminho das vitórias, pois tendo em conta o que é a governação atual, precisamos urgentemente de uma mudança em Portugal e essa mudança só pode ser feita com o PS», garantiu Joaquim Barreto.

Cabeceiras de Basto: Vitória expressiva
de António Costa

A onda de vitória favorável a António Costa sentida no país também chegou a Cabeceiras de Basto, onde este candidato venceu com 881 votos, isto é, 64%, contra os 489 votos (35,5%) obtidos pela candidatura de António José Seguro, num universo eleitoral de 1376 votantes.
Recorde-se que neste concelho, António Costa tinha como seu mandatário Joaquim Barreto, enquanto, que António José Seguro recolhia o apoio de China Pereira.
Com uma diferença de 392 votos, António Costa conseguiu capitalizar o apoio da maior parte dos Presidentes de Junta de Freguesia do PS deste concelho, assim como, muitos militantes e simpatizantes que lhe conferiram o seu voto.
Em declarações públicas o vencedor das primárias António Costa, disse que houve de «forma clara e inequívoca» uma «voz de mudança» para Portugal, reclamada pelos militantes e simpatizantes que em si votaram, garantindo por isso que «tudo farei para estar à altura da vossa confiança» e realçando a «notável mobilização, em todo o país e nas comunidades portuguesas no mundo».
Face aos resultados obtidos a nível nacional, António Costa foi o rosto que o partido escolheu para candidato a primeiro-ministro. António Costa obteve 67,77% dos votos (120.188), enquanto, que António José Seguro se ficou pelos 31,54% (55.928), num universo de 177.350 (70,7%) de votantes.
De referir também que na sequência desta expressiva vitória o secretário-geral do PS, António José Seguro, anunciou a sua demissão da liderança do PS.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.