Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-05-2014

SECÇÃO: Informação

Alunos do 12.º E do Externato de S. Miguel de Refojos são os autores da ideia inovadora
Projeto ‘Smart Water’ vence desafio ‘Escolas Empreendedoras IN.AVE’

Os alunos Nelson Basto, Jorge Rolo e Diogo Machado do 12.º E do Externato de S. Miguel de Refojos foram os grandes vencedores da final municipal do concurso ‘Escolas Empreendedoras IN.AVE’, um projeto promovido pela CIM do Ave com o apoio do QREN através do ON.2 - O Novo Norte, que culminou em Cabeceiras de Basto com a eleição da melhor ideia, uma sessão que decorreu no passado dia 22 de maio, no auditório da Casa da Juventude, Associativismo, Artes, Ofícios e Gerações.
O projeto ‘Smart Water’ (sistema inteligente para aquecimento da água) desenvolvido por aqueles três alunos irá participar na final intermunicipal do desafio ‘Escolas Empreendedoras IN.AVE’ a realizar no dia 7 de junho, em Guimarães.
Em segundo lugar classificou-se a ideia ‘Speed Cook’ de Henrique Gonçalves, Paulo Barros e Luís Nogueira do 10.º E do Externato de S. Miguel de Refojos e em 3.º lugar o projeto ‘Sabores Inesquecíveis de Basto’ das alunas Cristina Silva, Márcia Silva e Sofia Moura do 10.º B do Externato de S. Miguel de Refojos, projetos que o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira, considerou “muito interessantes”.
Para além do presidente da Câmara Municipal e de outros convidados, nesta final municipal do concurso, marcaram também presença a vereadora da Educação, Dra. Isabel Coutinho, o secretário executivo da CIM do Ave, Eng. Gabriel Pontes, o representante da GesEntrepreneur, Dr. Tiago Rodrigues, a diretora do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, Dra. Céu Caridade e a professora Manuela Ramos, em representação do Externato de S. Miguel de Refojos, que também integraram o júri do concurso.
De acordo com a informação divulgada, durante a sessão de abertura, a vereadora da Educação falou da importância desta iniciativa no que se refere ao empreendedorismo jovem, sublinhando que, “cada vez mais, a nossa perspetiva de futuro deve ser supramunicipal e de trabalho em conjunto”.
Considerando este desafio como “um projeto extremamente interessante”, Isabel Coutinho disse que “este desafio é também uma forma de motivar os alunos”.
Por seu turno, o secretário executivo da CIM do Ave salientou que “este é um desafio ganho por todos” e que será para “repetir” nos próximos anos.
Agradecendo todo o apoio da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, dos professores do Agrupamento de Escolas e do Externato de S. Miguel de Refojos e dos alunos, Gabriel Pontes desafiou os jovens a serem “empreendedores, audazes e persistentes” para vencerem no futuro.
O representante da GesEntrepreneur, Dr. Tiago Rodrigues, colocou em evidência a atitude empreendedora dos jovens, afirmando: “vocês são a chave do nosso futuro e a nossa esperança”.

Desafio do IN.AVE envolveu 12 turmas do Ensino Secundário e Profissional do Agrupamento de Escolas e do Externato de S. Miguel de Refojos

Com o intuito de sensibilizar para o empreendedorismo nas escolas da região, este desafio do IN.AVE envolveu em Cabeceiras de Basto 12 turmas do Ensino Secundário e Profissional do Agrupamento de Escolas e do Externato de S. Miguel de Refojos.
Refira-se que o projeto, a decorrer no atual ano letivo de 2013/14, abrange escolas do terceiro ciclo, secundário e profissional, dos oito municípios da NUT III Ave, num total de 109 professores, 85 turmas e cerca de 2.000 alunos.
Motivar os jovens para as práticas empreendedoras; promover o espírito de iniciativa e o dinamismo nos concelhos envolvidos; desenvolver projetos/ideias que possam ser uma mais-valia para a região do Ave; criar ideias de negócio inovadoras e exequíveis e que tenham em conta as necessidades do território foram os principais objetivos desta iniciativa.
De referir, ainda, que os professores que aceitaram participar no projeto receberam formação para trabalharem o espírito e cultura empreendedora nos seus alunos que, por sua vez, desenvolveram o espírito e atitudes empreendedoras, através da realização de uma série de atividades orientadas ao seu nível de ensino.
A final municipal do concurso de ideias ‘Escolas Empreendedoras IN.AVE’ ficou, assim, marcada pela grande participação e envolvimento dos alunos do Externato de S. Miguel de Refojos e da Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto, “numa tarde onde as ideias empreendedoras fluíram, em momentos muito descontraídos e de salutar convívio entre todos os alunos das turmas que agarraram este desafio do IN.AVE e o disputaram brilhantemente”, lê-se na informação difundida à imprensa.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.