Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-05-2014

SECÇÃO: Informação

Feira do Cavalo registou enchente

Encontro de Concertinas atraiu numeroso público
Encontro de Concertinas atraiu numeroso público
Cabeceiras de Basto viveu dois dias intensos de atividades equestres, naquela que foi a 5.ª edição da Feira do Cavalo que decorreu nos dias 24 e 25 de maio no Centro Hípico de Cabeceiras de Basto, evento que atraiu milhares de pessoas, não só do concelho, como também de localidades limítrofes.
A edição 2014 da Feira do Cavalo proporcionou a todos os visitantes um programa recheado de animação, a par da exposição/venda de artigos relacionados com o cavalo, entre outros produtos da região, com destaque para as coudelarias e associações ligadas ao mundo rural.
Diversas provas erquestres foram realizadas no Centro Hípico
Diversas provas erquestres foram realizadas no Centro Hípico
De acordo com a informação divulgada, o evento, organizado pela Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, que contou com a colaboração especial e o apoio do Regimento de Cavalaria n.º 6 (Braga), foi um verdadeiro sucesso, quer pela afluência de público, quer pelo vasto programa de atividades ligadas ao mundo equestre, que atraiu pessoas de diferentes faixas etárias.
O último dia de atividades, dia 25 de maio, ficou marcado pela realização do Concurso Oficial de Modelo e Andamento para Cavalos Puro Sangue Lusitano; pela final da Taça Norte Derby de Atrelagem (apuramento para a Taça de Portugal); e pelas provas de obstáculos 0,50m, 0,80m, 1,00m e 1,15m.
O domingo ficou também marcado pelo 1.º Encontro de Concertinas organizado pela Associação Bravos da Concertina de Refojos que juntou mais de 10 grupos e centenas de aficionados.
O presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira, assistiu às provas que decorreram no picadeiro exterior do Centro Hípico e entregou os prémios aos melhores classifica-dos, cerimónias nas quais se fez acompanhar pelos vereadores Francisco Alves e Prof. Mário Leite, pelo comandante do RC6, coronel Rui Ferreira, pelo diretor da Escola Profissional de Fermil, Eng. Fernando Fevereiro, pelos representantes das associações de atividades equestres participantes – APSL, CAN e FEP.
De salientar, a este propósito, que a iniciativa teve ainda a participação e envolvimento da Associação Portuguesa de Criadores do Cavalo Puro Sangue Lusitano, da Associação Portuguesa de Atrelagem e da Federação Equestre Portuguesa, assim como do Regimento de Cavalaria n.º 6 que mobilizou militares e oficiais que, além de darem o seu contributo na organização das provas, participaram nas diferentes competições propostas nesta 5.ª edição da Feira do Cavalo de Cabeceiras de Basto.
De referir que a presença do comandante do RC6, coronel Rui Ferreira, “muito honra e prestigia a organização deste evento que agradece todo o empenho, trabalho e dedicação dos militares”, salientou a Câmara Municipal em nota à imprensa.

Provas de Ensino, ‘Derby
de Cross’ e Taça Norte Derby de Atrelagem

O certame abriu ao público no dia 24, dia que ficou marcado pela realização das Provas de Ensino e ‘Derby de Cross’ organizadas pelo RC6 e pela 1.ª mão da Taça Norte Derby de Atrelagem. Autarcas e entidade militares procederam à abertura do certame cumprimen-tando as cerca de três dezenas de expositores que ali apresentaram os mais variados produtos.
À noite ‘O Fado’ interpretado pela fadista cabeceirense Soraia Martins proporcionou ao numeroso público presente no picadeiro interior do Centro Hípico um belo espetáculo, seguido da encenação teatral ‘Ruralidades’ da responsabilidade do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto que lotou uma vez mais aquele picadeiro municipal.
Em cena estiveram cerca de 80 pessoas, de várias faixas etárias que proporcionaram um magnífico encontro intergeracional numa viagem pela memória coletiva do povo da região.
Recorde-se que o Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto (CTCMCB) é um projeto de transformação cultural que trabalha com as pessoas e para as pessoas. Além da Universidade Sénior tiveram uma participação especial nesta produção a Academia Sempre em Forma, a Associação Pedraça Ativa e o Grupo Folclórico de São Nicolau.
De salientar que a edição 2014 do certame teve como principais objetivos proporcionar a todos cabeceirenses e visitantes espetáculos equestres diversificados; promover e potenciar as instalações do Centro Hípico como equipamento turístico, desportivo e de lazer de relevância no norte do país; assim como valorizar as nossas tradições, usos e costumes, perpetuando na memória a utilização do cavalo como meio de transporte nas tarefas agrícolas.

















© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.