Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-05-2014

SECÇÃO: Informação

Pela Câmara
Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto reuniu

Sob a presidência do Eng.º Joaquim Barreto, decorreu no edifício dos Paços do Concelho, no dia 16 de maio, a segunda reunião da sessão ordinária da Assembleia Municipal de 28 de abril de 2014, durante a qual foram apreciados e votados os seguintes assuntos:

Aprovados por unanimidade

· Proposta de Regulamento do III Concurso de Ilustração Infantil - dirigido a todos os alunos do 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico do concelho de Cabeceiras de Basto, visa sensibilizar o público infantil para o património e a história Cabeceirense, valorizar a criatividade e o imaginário infantis e incentivar o desenvolvimento de competências relacionadas com a prática de expressão plástica.
· Proposta de Regulamento do III Concurso de Quadras de S. Martinho – tem como objetivos estimular a criatividade e a imaginação, incentivar o desenvolvimento de competências relaciona-das com a escrita, nomeada-mente a poesia e preservar as tradições populares. Os trabalhos deverão subordinar-se ao tema S. Martinho e ser entregues até ao dia 17 de outubro.
· Proposta de Regulamento do III Concurso Literário Infantil e Juvenil de Cabeceiras de Basto ‘O Foral de Cabeceiras de Basto’- visa divulgar e valorizar a história local sobretudo junto das crianças e jovens do concelho, bem como promover o gosto pela escrita e pela leitura. Destina-se aos alunos do 2.º e 3.º ciclo do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, cujos trabalhos deverão ser entregues até ao dia 29 de agosto de 2014. A entrega dos prémios está agendada entre os dias 3 e 5 de outubro de 2014, no âmbito da feira quinhentista a levar a cabo neste concelho.
· Proposta de Regulamento do III Concurso de Fotografia ‘O Nosso Mosteiro’ – tem como objetivo envolver todos no conhecimento, valorização e preservação do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, monumento histórico de valor patrimonial, cultural e económico de enorme relevância e que o Município de Cabeceiras de Basto está a candidatar a Património Cultural da Humanidades da UNESCO. Este concurso destina-se assim, a toda a população de Cabeceiras de Basto e os trabalhos a concurso deverão ser entregues até ao dia 1 de setembro de 2014.
· Proposta de Regulamento da iniciativa ‘Jogos sem Fronteiras’
· Proposta de Regulamento da iniciativa ‘Corrida de Obstáculos 2014’
· Proposta de Regulamento do ‘Torneio de Futsal Interfreguesias’
· Proposta de alteração ao Regulamento do Centro Hípico de Cabeceiras de Basto

Segundo informação divulgada, no decurso desta Assembleia foi ainda lido e apreciado um comunicado emitido pouco antes desta reunião pelos vereadores do Movimento IPC, pondo em causa o funcionamento deste órgão, nomeadamente na última reunião da AM [28 de abril de 2014] e refere “eventuais ilegalidades” registadas. As alegadas ilegalidades referindo pelos vereadores do IPC, foram claramente desmentidas nesta assembleia pelos líderes das três bancadas que constituem a mesma, nomeadamente PS, IPC e PSD, contrariando assim, as afirmações proferidas no comunicado divulgado. Após um intenso debate, esclarecimento e clarificação dos factos, os membros da AM do IPC e os seus vereadores presentes nesta reunião, abandonaram injustificadamente a sala.
A reunião prosseguiu com a presença de todos os membros da bancada do PS e do PSD, tendo sido de imediato analisada, sob proposta do Presidente da Assembleia Municipal, a perda de valências no Hospital de Guimarães. Na oportunidade, o Presidente da Câmara informou que tinha participado numa reunião em Guimarães de que deu conhecimento e a propósito da qual, todos os elementos da Assembleia Municipal presentes, consideraram oportuno analisar, esclarecer e aprofundar posteriormente o assunto, tendo em vista a tomada de uma posição conjunta deste órgão Autárquico referente à manutenção dos atuais serviços prestados no Hospital de Guimarães, defendendo deste modo, um direito fundamental que é a saúde, nomeadamente das populações do Vale do Ave e de Cabeceiras de Basto.
De referir que esta sessão da Assembleia Municipal foi uma vez mais transmitida em direto para o público, via internet, podendo ser revista através do link https://www.youtube.com/watch?v=nHJwbG3lEXw. Esta medida, que recorre à utilização das novas tecnologias de informação e comunicação, visa aumentar a transparência do funcionamento deste órgão autárquico garantindo também uma maior proximidade entre eleitos e eleitores, permitindo aos cabeceirenses, residentes no concelho ou noutros locais, no país ou no estrangeiro, o acesso direto e imediato ao debate político e a assuntos do seu interesse enquanto munícipes.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.