Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-05-2014

SECÇÃO: Opinião

Abadim – 1911 Um edital…sugestivo

Em 1911, em plena 1ª República, o governo deu autorização aos municípios para que fixassem a data do descanso semanal, que se de-veria aplicar a todo o concelho. Eram oferecidas duas opções: o dia de domingo ou do meio-dia de domingo ao meio-dia de segunda-feira. Foram da-das instruções às Comissões Paroquiais para ouvirem os seus fregueses.
Este é o texto do edital publicado pela Comissão Paroquial de Abadim, cujo presidente era Manuel Gonçalves.
Dele infere-se que as pessoas que não fossem à Comissão ou ao Regedor davam automaticamente o aval ao descanso no dia do domingo e “nada mais precisam de dizer porque a Comissão Parochial assim o vai deliberar”.
É este o texto do edital, segundo a ortografia da época:

EDITAL

“MANUEL GONÇALVES, presidente da Comissão Parochial deste lugar e freguesia de Abbadim. Faz saber que a Comissão Parochial está resolvida a deliberar que o descanço semanal seja ao domingo em todo o concelho. Portanto todas as pessoas que concordarem com esta opinião nada mais precisam dizer porque a Comissão Parochial assim o vai deli-berar.
Mas se houver algumas pessoas que pretendam que o descanço semanal seja de o domingo ao meio dia até à segunda ao meio dia, essas pessoas se apresentarão ao Presidente da Comissão Parochial ou ao Regedor da Paróquia para dar as suas assignaturas para o fim que desejarem. Tudo isto deve ser feito até ao dia 22 do mês de Junho de mil nove-centos e onze.
Junho 13 de 1911

O Presidente
Manuel Gonçalves”

Não é difícil adivinhar o resultado da consulta.

* Colaborador
F. Vitor Magalhães

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.