Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 05-05-2014

SECÇÃO: Informação

Dois dias de festa assinalaram aniversário

Fanfarra dos BVC em desfile junto ao Quartel
Fanfarra dos BVC em desfile junto ao Quartel
Bombeiros Cabeceirenses celebraram 65 anos

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses assinalou nos dias 26 e 27 de abril, os 65 anos de existência. A efeméride foi come-morada com um pomposo programa festivo que decorreu nesta vila cabeceirense durante dois dias e envolveu centenas de bombeiros não só do concelho como de outras corporações da região.
No primeiro dia da festa, destaque para a formatura geral e para a romagem ao cemitério que todos os anos lembra os bombeiros e dirigentes já falecidos, seguindo-se a cerimónia de condecorações e o desfile motorizado que percorreu as principais ruas da vila.
Os festejos prosseguiram no domingo, dia 27 de abril, com a formatura geral e o hastear das bandeiras no Quartel pela fanfarra, seguindo-se mais uma cerimónia de condecorações, a receção às entidades convidadas e a eucaristia celebrada no Mosteiro de S. Miguel de Refojos. Uma celebração solenizada pelo Grupo Coral da Associação em sufrágio de bombeiros e dirigentes já falecidos.
Seguiu-se a sessão solene evocativa da efeméride que teve lugar no edifício dos Bombeiros Voluntários Cabeceirense e onde marcaram presença diversas entidades, dirigentes, sócios, bombeiros, amigos e familiares desta importante coletividade local.
A cerimónia contou assim, com a presença do Presidente da Câmara de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira que é simultaneamente Presidente da mesa da Assembleia geral desta Corporação de Bombeiros, do Presidente da Direção, Dr. Jorge Machado e do Comandante da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga, Paulo Oliveira. A representar o Conselho Executivo dos Membros dos Bombeiros Portugueses esteve o Comandante José Morais, assim como, presidentes de Junta de Freguesia, entre outros convidados.
No uso da palavra o Comandante dos Bombeiros, Duarte Ribeiro, dedicou as suas palavras aos homens e mulheres que fundaram os Bombeiros Cabeceirenses, uma homenagem “a todos que construíram os seus alicerces e a todos que fizeram crescer esta associação que faz hoje 65 anos”, lembrando especial-mente o seu pai, que lhe incutiu “a paixão e entrega enorme” que sente pelos Bombeiros Cabeceirenses.
O presidente da direção dos Bombeiros, Dr. Jorge Machado, no uso da palavra, começou por fazer um balanço do ano de 2013 que “apesar das dificuldades” considerou positivo, referindo a propósito a diminuição do transporte de doentes, que teve implicações financeiras sérias por se tratar de uma fonte de receita da associação que caso se mantenha em 2014 é motivo de preocupação.
Na oportunidade o dirigente agradeceu aos sócios, instituições e empresas locais que apoiaram a corporação durante o ano, bem como, às juntas de freguesia, aos baldios e muito particularmente à Câmara Municipal “que nos deu apoio financeiro”. Agradeceu também aos Bombeiros, amigos e ao grupo de cantares, entre outras associações e instituições.
Deixando uma palavra de reconhecimento a “todos os bombeiros, sócios e dirigentes que contribuíram para a criação desta casa, que a fizeram crescer e evoluir e a trouxeram até aos nossos dias”, o presidente, Jorge Machado falou da necessidade de realizar um protocolo com a Câmara Municipal com o objetivo de criar uma equipa de intervenção permanente, por considerar que a “necessidade desta equipa é cada vez mais urgente”.
No decurso da cerimónia, e em representação do Conselho Executivo dos Membros dos Bombeiros Portugueses, o Comandante José Morais reconheceu o trabalho desenvolvido por um conjunto de elementos desta associação e entregou condecorações a dirigentes e elementos da associação, nomeadamente: ao segundo Comandante dos Bombeiros Cabeceirenses, José Moreira da Costa - medalha de Serviços Distintos Grau Cobre da Liga de Bombeiros Portugueses; Adjunto de Comando, António de Magalhães Pacheco -medalha de Serviços Distintos Grau Prata; Vice-Presidente da Associação Humanitária, Paulo Marques - medalha de Serviços Distintos Grau Prata; Comandante Duarte Ribeiro - medalha de Serviços Distintos Grau Ouro; Presidente da Direção, Dr. Jorge Machado - medalha de Serviços Distintos Grau Ouro que foi entregue pelo Presidente da Câmara Municipal, Dr. China Pereira. O Chefe José Maria Ribeiro Teixeira foi condecorado com o Crachá de Ouro pelo seu empenho e dedicação ao longo dos últimos 38 anos de atividade operacional, com um exemplar comportamento, com uma vasta formação de salvamento e desencarceramento, incêndios florestais, entre outras. Atualmente, responsável pela manutenção dos veículos operacionais deste corpo de Bombeiros o Crachá foi-lhe entregue pelo presidente da Câmara Municipal, Dr. China Pereira e pelo Comandante Duarte Ribeiro.
Durante esta cerimónia, Vítor Azevedo, Segundo Comandante representante do Presidente da Proteção Civil, entregou ao Presidente da Direção desta Corporação, uma salva de prata alusiva à passagem dos 65 anos dos Bombeiros Voluntários

“A Associação mais importante que Cabeceiras tem é sem dúvida a Associação Humanitária dos Bombeiros Cabeceirenses”

O presidente da Câmara Municipal, Dr. China Pereira, que durante vários anos assumiu o cargo de Presidente da Direção, disse saber o quão difícil é ser Bombeiro já que “exige muito de nós, exige espírito de entrega e voluntariado à causa de ajudar o próximo sem receber nada em troca”, referindo igualmente que “A Associação mais importante que Cabeceiras tem é sem dúvida a Associação Humanitária dos Bombeiros Cabeceirenses”.
O Presidente da Câmara felicitou os Bombeiros que trabalham em Cabeceiras e homenageou todos aqueles que já partiram. Uma vez questionado sobre a criação de equipas de intervenção permanentes, o autarca China Pereira retorquiu dizendo, “naturalmente que a Câmara Municipal não fugirá as suas responsabilidades” e acrescentou, “tenho a certeza que os senhores vereadores que nos acompanham (os seis) seremos capazes de encontrar soluções para os problemas que temos. Esse foi o desafio que me lançou e eu lanço à Câmara enquanto órgão representativo.”
O autarca terminou, felicitando a direção, as pessoas presentes e os amigos dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses , referindo que “da parte da Câmara haverá sempre toda a disponibilidade para com os Bombeiros Voluntários”.
Findos os discursos, seguiu-se um almoço convívio que teve lugar no Quartel, dando seguimento à festa durante a tarde com a realização de um desfile onde perfilaram onze fanfarras provindas de vários locais da região como Guimarães, Vizela, Agualva Cacem, Barcelinhos, Famalicão, Fão, Montalegre, Riba de Ave, Viatodos, Taipas e por fim a fanfarra dos Bombeiros Voluntários Cabeceirenses.
























© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.