Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 05-05-2014

SECÇÃO: Informação

IPC vota Contra

foto
Relatórios de Atividades e Contas de Gerência 2013

Os autarcas do Movimento Independentes por Cabeceiras (IPC) nas Assembleias de Freguesia de Arco de Baúlhe, Riodouro e Refojos, na Câmara e na Assembleia Municipal votaram contra as Contas de Gerência e Relatório de Atividades referentes ao ano de 2013, nesses órgãos autárquicos de freguesia e do Município que integram.
foto
É no mínimo estranho, incompreensível e pouco aceitável que alguém que fez parte, participou e votou a favor dos documentos de gestão nestas autarquias para o ano de 2013 enquanto autarcas do Partido Socialista, venha agora - como autarcas do IPC – votar contra as Contas de Gerência e o Relatório de Atividades que são o resultado da execução do Orçamento e Plano de Atividades dessas autarquias que os próprios aprovaram e nunca puseram em causa durante o ano que findou.
Em Riodouro e Arco de Baúlhe, alguns dos atuais autarcas do IPC fizeram parte nos anos anteriores da Junta e da Assembleia de Freguesia pelo PS, tendo aprovado e acompanhado a execução dos Orçamentos e dos Planos de Atividades para 2013, que após a sua conclusão deram origem aos Reatórios de Atividades e Contas de Gerência que agora chumbaram.
foto
Igual contradição e irresponsabilidade política teve o ex-vereador do PS no poder e agora vereador do IPC na oposição, Jorge Macha-do que em setembro e dezembro de 2012, ainda a representar o Partido Socialista, votou a favor do valor do IMI (doc. 1 em anexo) a ser cobrado aos munícipes cabeceirenses em 2013 e do Plano de Atividades e Orçamento do Município também para o ano de 2013 (doc. 2 em anexo).
No decorrer do ano de 2013, o então vereador Jorge Machado, apesar de ter anunciado que seria candidato a Presidente da Câmara como Independente, manteve-se na vereação camarária como vereador eleito nas listas do PS, numa atitude de incoerência e falta de respeito pelos eleitores que votaram no Partido Socialista nas eleições autárquicas de 2009.
foto
Nessa condição de vereador, Jorge Machado, eleito pelo Partido Socialista, no decorrer de 2013, faltou a seis das onze reuniões da câmara realizadas nesse ano e nas reuniões em que participou votou sempre a favor de tudo conjuntamente com os seus colegas vereadores e o Presidente da Câmara do PS.
No passado mês de abril, o ex-vereador do PS e agora vereador da oposição pelo IPC, Jorge Machado, numa atitude de incoerência política, deu o dito pelo não dito e votou contra a Conta de Gerência e Relatório de Atividades que são uma consequência do Orçamento e do Plano que votou e aprovou em dezembro de 2012, conforme se pode confirmar nos extractos das atas que junto divulgamos.
foto



























© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.