Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-01-2014

SECÇÃO: Informação

Plano de Atividades e Orçamento para 2014: PS “lamenta e não compreende voto contra do IPC”

O PS de Cabeceiras de Basto, em comunicado à imprensa no dia 2 de janeiro, “lamentou” e disse “não compreender” o voto contra do IPC - Independentes por Cabeceiras, na reunião de Câmara e da Assembleia Municipal do passado dia 27 de dezembro, onde foram debatidos e votados, diversos assuntos, com destaque para o Plano de Atividades e Orçamento do Município para 2014.
E esclarece: “este grupo populista do IPC, recentemente constituído, que prometeu e promete, com palavras, demagogicamente ‘mundos e fundos’, na prática, quando confrontado com a realidade, com os verdadeiros interesses dos cabeceirenses e com as obras e as iniciativas para continuar a desenvolver Cabeceiras de Basto, vota contra, apenas e só a pensar nos interesses particulares dos seus amigos e apaniguados políticos e não da população em geral”.
Refira-se que os autarcas do Partido Socialista na Câmara e na Assembleia Municipal votaram a favor do Plano e do Orçamento porque “consideram que estes documentos viabilizam e permitem a realização de importantes obras e iniciativas no concelho continuando assim, o progresso e o desenvolvimento da nossa terra e o bem-estar das suas gentes”.
No mesmo comunicado pode ler-se que “os documentos que contêm o orçamento, bem como, as obras e iniciativas a realizar pelo Município no ano de 2014, foram aprovados com vinte votos a favor do Partido Socialista e do Presidente da Junta de Freguesia de Basto, com três abstenções do PSD e dos Presidentes da Juntas de Freguesia de Cavez e de Pedraça e com os votos contra dos eleitos pelo IPC – Independentes por Cabeceiras, movimento que é coordenado pelo vereador, Jorge Machado”.
Refira-se, ainda, que no Plano de Atividades “estão previstas iniciativas e obras importantes em todas as freguesias”, das quais se salientam: “a conclusão das obras de beneficiação dos Claustros do Mosteiro; da ampliação da piscina coberta para crianças, em Refojos; da construção da Variante Sul, entre Lamas e a Sobreira com a ligação à nova rotunda na Avenida Capitães de Abril; de beneficiação e ampliação da rede de saneamento, na freguesia de Cavez e da respetiva ETAR – Estação de Tratamento de Águas Residuais.
Continuação dos trabalhos de construção: da variante entre a rotunda de Lameiros e a rotunda de Barbeito, na sede do concelho; do Parque de Campismo; das infraestruturas e acessos nos Parques Empresariais de Vila Nune, Lameiros, Olela, Ranha e Cabeceiras de Basto – S. Nicolau; bem como, das infraestruturas de urbanização nos arruamentos do Pedral, em Cavez e no do Arco de Baúlhe entre a Variante à EN 205 e 210 e o cemitério.
Beneficiação: de estradas em todas as freguesias; das ETAR’s de Alvite, Olela, S. Nicolau, Chacim, Arco de Baúlhe, Moimenta e Refojos; dos reservatórios de abastecimento de água de Vilar, Chacim, Arosa, Basto e Abadim;
Reformulação e ampliação: das redes de abastecimento de água, reforço de captações e/ou execução de adutoras de água nas freguesias de Cavez, Rio-douro, Alvite, Passos, Gondiães, Vilar de Cunhas, Refojos, Outeiro, Painzela, Cabeceiras de Basto, Pedraça, Arco de Baúlhe e Vila Nune;
Execução: de passeios/rampas para pessoas com mobilidade reduzida e abrigos de passageiros em áreas urbanas.
Elaboração de projetos de requalificação: do Campo do Seco; da Av. Capitão Elísio de Azevedo e da praia fluvial do Caneiro, no Arco de Baúlhe.
Continuar a apoiar as famílias: servindo diariamente cerca de 750 refeições escolares e transportando 1310 alunos por dia, assim como, continuar a realizar atividades de enriquecimento curricular para 705 alunos do 1.º ciclo e garantir o prolongamento de horários para cerca de 200 crianças do pré-escolar.
Atribuir anualmente: cerca de 85 bolsas de estudo, entregar material escolar e apoiar a aquisição de livros para alunos dos diferentes graus de ensino;
Apoiar através da Basto Vida os programas: Medicamentos Sociais, Livros Sociais e Férias Ativas;
Dinamizar e apoiar as Comissões Municipais de Proteção de Crianças e Jovens e a de Apoio a Pessoas Idosas e Dependentes.
Dar continuidade ao trabalho realizado pelo Centro de Teatro da Câmara Municipal.
Realizar ao longo do ano, inúmeras iniciativas socioeconómicas e culturais, tais como: os Reis das Escolas, as Janeiras, a Festa da Orelheira e do Fumeiro, a Semana da Primavera e da Floresta, as Comemorações do 25 de Abril, as Festas do Concelho, entre outras, de que sobressai ainda as Comemorações dos 500 anos do Foral de Cabeceiras de Basto.
Cooperar, apoiar e colaborar: com as Juntas de Freguesia, as Associações, as Coletividades, os Centros Sociais, as Instituições Particulares de Solidariedade Social, mas também, com a Basto Vida, prosseguindo, assim, o desenvolvimento de Cabeceiras de Basto e procurando obter uma cada vez maior coesão económica e social.
Dinamizar e apoiar através da Basto Vida: os 15 Espaços de Convívio e Lazer onde estão inscritos mais de 500 idosos e o Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão que presta serviços de cuidados de saúde e apoio social a mais de 600 munícipes por mês”.

Orçamento municipal

“O orçamento municipal para 2014 é de 17,6 milhões de euros e apresenta um equilíbrio orçamental de 2,2 milhões de euros, dado que as receitas correntes são superiores às despesas correntes neste valor de 2,2 milhões, que será transferido para investimentos em obras”, acrescenta ainda a mesma comunicação à imprensa, sublinhando que “para liquidação de dívida do Município, em 2014, serão aplicados 906 mil euros”.
“O Orçamento prevê também, transferências de verbas para Instituições, Associações, Juntas de Freguesia e Régie Cooperativa, no montante global de 1,6 milhões de euros, o que demonstra a efetiva cooperação que se vai manter com as mesmas e a descentralização da gestão municipal”.
Para o PS de Cabeceiras de Basto, “este Orçamento e Plano de Atividades continuam a investir no concelho e nas pessoas, para promover a qualidade de vida dos cidadãos de Cabeceiras de Basto”.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.