Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-01-2014

SECÇÃO: Informação

Câmara repara danos provocados pelo mau tempo

China Pereira em Celeirô do Monte
China Pereira em Celeirô do Monte
As brigadas municipais da vila de Cabeceiras de Basto têm vindo a executar, ao longo deste mês, diversas obras na sequência do mau tempo que se fez sentir na região, divulgou a Câmara Municipal em nota à imprensa.
Depois de no passado dia 6 de janeiro o presidente da edilidade cabeceirense, Dr. China Pereira, se ter inteirado in loco dos efeitos nocivos do mau tempo, que têm provocado graves prejuízos e transtornos às populações, foram já realizados diversos trabalhos, designadamente os muros de suporte da via no caminho de Fornelo, na freguesia de Riodouro; na Rua 5 de Outubro, no Arco de Baúlhe; assim como na estrada entre Passos (Cabeceiras de Basto) e Várzea Cova (Fafe).
Execução de muro de suporte no Caminho  de Reiros em Alvite
Execução de muro de suporte no Caminho de Reiros em Alvite
De igual modo, a Câmara Municipal e as Juntas de Freguesia têm estado no terreno, não só a remover terras, pedras e vegetação das estradas e caminhos, mas também a tapar buracos, a limpar aquedutos, valetas e bermas em todo o concelho, de modo a minimizar e a resolver as graves consequências destas intempéries, lê-se na referida comunicação.
Em execução estão, neste momento, na freguesia de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), o muro de suporte da via entre o Mourigo e os Barreiros, cujo talude aluiu, estando também a ser reconstruído pelas brigadas municipais o muro que desabou no caminho de Reiros, em Alvite.
Muro de suporte da via no caminho de Fornelo
Muro de suporte da via no caminho de Fornelo
A próxima etapa será a construção de um muro de suporte da estrada em Celeirô do Monte, freguesia de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), cujo deslize das terras percorreu uma longa distância até ao rio. O mesmo devendo acontecer na Cancela, em Refojos de Basto.
A grande derrocada de pedras, terras e árvores, no lugar de Simães, que tornou completamente intransitável a Ecopista que liga Arco de Baúlhe a Vila Nune será, dentro em breve, removida para que a circulação naquela pista possa ser retomada em segurança.
Grande derrocada de pedras na Ecopista
Grande derrocada de pedras na Ecopista
As brigadas municipais de proteção civil continuam a acudir às necessidades mais urgentes com o intuito de minorar, sobretudo, as más condições de circulação de automobilistas e peões.



Acompanhado pelo vereador Francisco Alves e pelo chefe de Divisão das Obras, Eng. Luís Summavielle, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Dr. China Pereira, inteirou-se, no passado dia 6 de janeiro, dos estragos provocados pela intempérie na freguesia de Cabeceiras de Basto (S. Nicolau), mais concreta-mente no lugar de Celeirô do Monte e no caminho que liga o Mourigo aos Barreiros, localidades onde o deslize de terras ameaçou a circulação de veículos e pessoas.


© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.