Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 18-11-2013

SECÇÃO: Informação

Programa ‘Mais Família’ promove competências em Cabeceiras de Basto

Famílias fizeram balanço positivo  das primeiras sessões
Famílias fizeram balanço positivo das primeiras sessões
Encontra-se a decorrer na sede do projeto ‘Mais Vida’ o Programa de Com-petências Pessoais, Sociais e Parentais – ‘Mais Família’ que foi desenvolvido no âmbito do Gabinete de Apoio à Família inserido no CLDS – Contrato Local de Desenvolvimento Social.
O programa iniciou com três grupos de pais nos dias 7, 12 e 13 de novembro (primeira sessão de cada grupo), reunindo desde então, semanalmente, na sede do projeto ‘Mais Vida’, no Campo do Seco.
Sede do projeto 'Mais Vida' localiza-se  no Campo do Seco
Sede do projeto 'Mais Vida' localiza-se no Campo do Seco
O programa que se destina a famílias de baixo e médio risco psicossocial tem como objetivo promover as competências pessoais e práticas educativas destas famílias, capacitando o sistema familiar e as suas relações com a comunidade.
No decorrer destas sessões serão abordadas diferentes temáticas, tais como, autoestima da criança; estilos educativos; afetos, regras e castigos; planeamento familiar e métodos contracetivos; direitos humanos e gestão económica e doméstica.
De acordo com os promotores da iniciativa, “este programa pretende promover competências pessoais e práticas educativas com o intuito de capacitar o sistema familiar e as suas relações com a comunidade”. No que se refere às temáticas já abordadas, os participantes deram um “parecer positivo, tendo os mesmos participado ativamente nas sessões”, revelaram.
Refira-se que o projeto ‘Mais Vida’ trabalha em estreita articulação com os parceiros sociais, nomeadamente a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, assim como o Núcleo Local de Inserção, no sentido de trabalhar as famílias de baixo e médio risco psicossocial.
Posteriormente, o objetivo é “alargar o Programa a todos os potenciais interessados, tendo por base o princípio da intervenção mínima”.




© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.