Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-10-2013

SECÇÃO: Concelho em acção

IN.AVE promove ‘Mapeamento de Oportunidades de Negócio no Concelho de Cabeceiras de Basto’

Vinte pessoas aderiram ao workshop realizado no CEIB
Vinte pessoas aderiram ao workshop realizado no CEIB
Cabeceiras de Basto revela “manancial de oportunidades de negócio que podem ser geradoras de novas dinâmicas socioecónomicas”, concluiu o Dr. Paulo Alves, Consultor da área do empreendedorismo, no final do workshop promovido no passado dia 16 de outubro, pela Comunidade Intermunicipal do Ave (CIM), no Centro Empresarial e de Inovação de Basto, no Arco de Baúlhe.
Uma iniciativa desenvolvida no âmbito da implementação da Rede de Empreendedorismo do Vale do Ave (em parceria com os diversos Municípios), que visa fomentar a educação para o empreendedorismo, incentivar a criação e o desenvolvimento de novos negócios e de emprego e reforçar e qualificar os serviços de apoio aos empreendedores.
No workshop, dinamizado com o objetivo de elaborar o ‘Mapeamento de Oportunidades de Negócio no concelho de Cabeceiras de Basto’, participaram cerca de vinte pessoas, entre as quais autarcas do Município e da freguesia, técnicos da CIM do Ave e representantes de organizações locais dos diferentes setores de atividade (serviços municipais, educação, emprego, social, associações setoriais e empresários) tendo em vista a partilha de experiências e a identificação de oportunidades que poderão originar novas iniciativas e dinâmicas empreendedoras e que servirão certamente, para um posterior apoio aos empreendedores, empresários e investi-dores desta Comunidade.
Durante a sessão e após uma breve apresentação da Rede de Empreendedorismo do Ave, foram identificados os problemas e necessidades existentes no concelho, referen-ciadas as dinâmicas recentes com a apresentação de vários casos práticos em diferentes setores de atividade, bem como, abordada a questão dos recursos, ativos locais e ideias a mobilizar. Foram igualmente sinalizados domínios de oportunidades para novas iniciativas empreendedoras, identificadas tipologias de potenciais negócios e respetivos públicos/segmentos e determinados os respetivos fatores críticos de viabilidade.
No decurso deste workshop, que se relevou muito participado, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, disse tratar-se de uma importante iniciativa promovida pela CIM do Ave, que deve no entanto ter em conta a caracterização do território, nomeadamente “o concelho que temos, o clima e as pessoas”. O autarca disse ainda, que importante a considerar, são também, as acessibilidades que Cabeceiras de Basto possuí, o fator natureza/diversidade que apresenta e que é necessário explorar, alguns projetos inova-dores que o concelho dispõe tais como, a Pista de Pesca Desportiva, o Centro de Educa-ção Ambiental de Vinha de Mouros, a Casa da Lã e o Museu das Terras de Basto, entre outros, que se revelam polos de grande atração e que é necessário potenciar. O edil cabeceirense - que ao longo da sua atividade autárquica pugnou sempre pelo desenvolvimento integrado e sustentado do concelho - considera igualmente que o turismo se apresenta como um relevante setor a explorar, assim como, os produtos locais de qualidade, a floresta e o seu uso múltiplo. As novas tecno-logias de informação e os par-ques empresariais geradores de dinâmicas económicas em diferentes locais do concelho, são da mesma forma importantes para a fixação das pessoas, acrescentando valor e apresentando-se como uma mais-valia para incrementar o empreendedorismo e contribuir para o progresso local.
O autarca terminou agradecendo a presença de todos os participantes e saudando a CIM, entidade impulsionadora deste projeto, que poderá assumir um importante papel no que à articulação e coordenação no terreno das ‘políticas’ definidas em prol do desenvolvimento local, diz respeito.
A findar, o consultor Paulo Alves, que classificou o Presidente da Câmara, Eng.º Joaquim Barreto, como um “verdadeiro empreendedor”, disse que Cabeceiras de Basto, pelas potencialidades que apresenta, pelos equipamentos que dispõe e pelos projetos que implementa, reúne excelentes condições para o desenvolvimento de uma iniciativa piloto envolvendo os jovens (24% da população concelhia) e apoiando-os na dinamização de projetos e na criação de oportunidades capazes de os colocar no mercado de trabalho.
Centro Empresarial e de Inovação de Basto (CEIB) acolheu iniciativa
De referir que este workshop decorreu no Centro Empresarial e de Inovação de Basto (CEIB), um espaço de trabalho inovador e criativo, localizado na antiga escola primária da Serra, na vila do Arco de Baúlhe, que foi adaptado pela Câmara Municipal para acolher os novos empreendedores do concelho e acompanhar a mudança de paradigma da economia moderna.
O CEIB é um espaço de trabalho, aberto ao público em setembro de 2013, onde estão reunidas as condições necessárias para promover a criatividade, a inovação e a produtividade dos seus utilizadores. Está dotado de condições propícias para acolher este tipo de iniciativas alusivas ao empreendedorismo e que apoiem as novas gerações de trabalhadores a criar o seu emprego, disponibilizando uma área de trabalho a pessoas e empresas, num ambiente inovador, que estimule a cultura colaborativa, a criatividade e a produtividade dos seus negócios, ao mesmo tempo que contribui para fomentar dinâmicas económicas e associativas benéficas ao concelho e à região.


























© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.