Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 29-07-2013

SECÇÃO: Destaque

Milhares de pessoas na Festa da Saúde, da Solidariedade e Convívio ‘Mais Vida’

Francisco Alves, presidente da CPCJ,recebeu edil cabeceirense
Francisco Alves, presidente da CPCJ,recebeu edil cabeceirense
Nos dias 19 a 21 de julho decorreu, no Mercado Municipal, a VIII edição da Festa da Saúde, da Solidariedade e Convívio ‘Mais Vida’, uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal e pela Cooperativa da Basto Vida, com o apoio da Emunibasto, que teve como principal objetivo sensibilizar a população para os cuidados a ter com a saúde, combater o isolamento e promover a qualidade de vida, proporcionando momentos de lazer e de confraternização ao setor da população mais idosa e respetivos netos, estimulando uma vida mais ativa e ajudando a quebrar com o ciclo de solidão e rotina que tantas vezes acompanha o quotidiano dos seniores.
Durante os três dias da festa foram promovidos diversos rastreios, tais como a medição da tensão arterial, o controlo dos diabetes e colesterol, o índice de massa corporal, eletrocardiogramas, entre outros.
Rastreios diversos foram realizados durante o certame
Rastreios diversos foram realizados durante o certame
O Jornal Ecos de Basto esteve in loco a acompanhar a iniciativa.
De acordo com o visitante Custódio Mendes, “este tipo de iniciativas são muito boas para o concelho, porque não queremos perder muito tempo no centro de saúde e então não vamos, o que é muito mau para a nossa saúde. Com estas feiras temos vontade e curiosidade em fazer os rastreios”.
Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal, Eng.º Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, cumprimentaram as pessoas presentes na Festa
Presidentes da Câmara e Assembleia Municipal, Eng.º Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, cumprimentaram as pessoas presentes na Festa
A iniciativa desenvolveu-se num ambiente de festa e de salutar convívio entre todos os participantes oriundos das freguesias do concelho.
Ao longo do evento realizaram-se várias atividades, tanto para o público mais jovem como para os idosos, de salientar: os ateliês temáticos (alimentação saudável, saúde e higiene oral), a Caminhada Solidaria organizada em colaboração com a Liga Portuguesa Contra o Cancro e apoio da Associação Encanto Radical, assim como a animação musical, que levou à praça Arcipreste Francisco Xavier de Almeida Barreto as bandas ‘RS3’, ‘Os Corajosos de Salto’ e a ‘Banda Sabor’, não esquecendo os utentes dos Espaços de Convívio e Lazer do concelho que cantaram e dançaram para os presentes.
Eng.º Joaquim Barreto visitou a exposição
Eng.º Joaquim Barreto visitou a exposição
O ponto alto da festa foi o almoço/convívio no domingo à tarde, seguido do lanche, dirigido à população sénior do concelho e respetivos netos, devido à comemoração do dia dos avós.
Na abertura do certame, Joaquim Barreto visitou todos os stands participantes, cumprimentando os expositores das 29 entidades ligadas à saúde e à solidariedade que se associaram à Festa.
Festa decorreu com grande animação na praça do Mercado Municipal
Festa decorreu com grande animação na praça do Mercado Municipal
No decorrer da visita, as entidades presentes deram a conhecer as atividades que desenvolvem neste território, assim como as parcerias e trabalho em rede realizado em benefício da população cabeceirense.
Convívio ‘Mais Vida’
Cerca de 1 milhar de pessoas participou no Convívio ‘Mais Vida’, um almoço- convívio preparado e servido por cerca de 70 voluntários.
O convívio contou com a presença do presidente da Câmara Municipal Eng. Joaquim Barreto, do presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, dos vereadores Dr. Domingos Machado e Francisco Pereira, dos presidentes de Juntas de Freguesia, entre outros autarcas.
Na oportunidade, o presidente da Junta de Freguesia de Refojos saudou os presentes e afirmou ser “uma honra receber esta iniciativa nesta freguesia”. Francisco Alves desejou também: “que todos continuem a participar nestas iniciativas”
Dirigindo sentidas palavras de apreço ao público, Joaquim Barreto, no seu discurso, destacou: “enquanto presidente da Câmara sinto-me muitos orgulhoso e quero expressar a minha satisfação, porque há 20 anos, em 1994, a Câmara não tinha uma palavra de atenção, carinho, afeto, apoio para com os nossos idosos e para com as pessoas que têm mais idade”.
E continuou: “sinto orgulho porque quando iniciámos as nossas funções, tivemos a preocupação de organizar um conjunto de iniciativas orientadas para as pessoas que têm mais idade. São pessoas que trabalharam uma vida pela nossa terra. São pessoas que têm uma grande experiência e grande conhecimento. São, por assim dizer, os nossos conselheiros que vamos tendo no nosso dia a dia”.
“Hoje, passados 20 anos, sinto-me particularmente feliz por sentir que temos cumprido com o nosso dever, que temos dado a atenção às pessoas, principalmente àquelas que precisam do nosso apoio, não por carências económicas mas muitas vezes por questões ligadas à idade, nomeadamente no que toca à saúde e à solidão”, realçou o autarca que, a este propósito, referiu a dinamização do Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão.
O Posto Móvel de Atendimento ao Cidadão (PMAC) trouxe às populações serranas (um carro que percorre as freguesias, principalmente as mais distantes da sede do concelho, onde são prestados cuidados primários de saúde mas também apoio social e administrativo), Joaquim Barreto disse: “esta foi uma das nossas preocupações. Em 1994 este carro não andava nas aldeias e agora os munícipes podem contar com este serviço de apoio à população”.
O edil destacou também a importância das iniciativas organizadas ao longo do ano e dos Espaços de Convívio e Lazer, onde as pessoas convivem de uma forma alegre, combatendo a tristeza. “Estes espaços são o exemplo de que a Câmara Municipal não se lembra dos idosos e das pessoas com mais idade só em tempo de eleições. Nós lembramo-nos dos idosos todos os dias do ano”, garantiu Joaquim Barreto.
Também o presidente da Assembleia Municipal, Dr. China Pereira, elogiou a realização deste evento, classificando-o como “um gesto de profundo humanismo para com os mais vulneráveis”, constituindo-se o convívio “um reconhecimento do Município aos mais idosos que muito deram de si à nossa terra, ao longo da sua vida ativa” realçou ainda “ não sei o que o futuro me reserva, mas há uma coisa que eu vos posso garantir aqui e a todos, que seja qual for o meu futuro estarei sempre ao vosso lado para defender sempre os vossos interesses”, rematou, assim, o presidente da Assembleia Municipal.













© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.