Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-07-2013

SECÇÃO: Recordar é viver

Introdução


O linho e o meu artesanato

O linho dá alegria às raparigas solteiras

Só há bom artesanato
em Terras
de Cabeceiras

***

No lugar da Carrapata
Ele vai continuar
Porque as nossas raparigas
Querem nele trabalhar

Na arrancada do meu linho
Só cá faltou a viola
Foi uma grande alegria
Com as meninas da Telescola

A talhada da camisa
Tradição habitual
Todas tinham vergonha
Eu ia ficando mal

Uma das mais pequenitas
Disse que sim e não falhou
Com um sorriso alegre
Ao rapaz se agarrou

Vamos lá disse-lhe ela
Com um lindo sorrisinho
Vamos talhar a camisa
Rolando por cima do linho

Todos estavam bem dispostos
Mesmo o senhor professor Carneiro
Mais uma salva de palmas
Está a chegar o merendeiro

Na minha casa tão velha
Metida neste cantinho
Estava tudo posto por ordem
Com os artifícios do linho

Os artifícios do linho
Desde a ripa ao tear
Venham todas, venham todas
Estou pronta para as ensinar

Amélia Augusta
Alves de Moura

Por: Fernanda Carneiro

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.