Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 11-02-2013

SECÇÃO: Informação

Técnicos do Município em ação de formação sobre ‘Violência Doméstica’

foto
Técnicos de diferentes entidades do concelho com responsabilidade no atendimento e acompanhamento social a vítimas de violência doméstica participaram numa ação de formação sobre a problemática da violência doméstica, tendo como objetivo geral capacitar os técnicos do concelho para o atendimento especializado nesta área, com especial enfoque nas questões da violência na conjugalidade.
No âmbito do Eixo de Intervenção - Capacitação da Comunidade e das Instituições - Atendimento a Pessoas Vítimas de Violência Doméstica, o Projeto ‘Mais Vida’ (Contrato Local de Desenvolvimento Social) diligenciou junto da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG), no sentido de promover essa ação de formação que juntou, para além de profissionais da Câmara Municipal e da Régie-cooperativa Basto Vida, outros elementos do Centro Social e Paroquial de Abadim e da Fundação António Joaquim Gomes da Cunha.
A ação decorreu entre os dias 28 de janeiro e 7 de fevereiro nas instalações da CIG no Porto. Durante a formação foram abordados os módulos: Enquadramento geral, dinâmicas e processos associados à violência conjugal; Maus tratos na conjugalidade: princípios de intervenção; A Lei e o combate à violência doméstica.
Este atendimento a vítimas de violência doméstica, da responsabilidade da Basto Vida através do Projeto ‘Mais Vida’, funciona nas instalações do projeto, localizadas junto ao edifício da Junta de Freguesia de Refojos de Basto, nos dias úteis entre as 9h00 e as 12h30 e as 14h e as 17h30.
Qualquer pessoa que pretenda esclarecimentos, acompanhamento especializado e/ou outras questões relacionadas, pode dirigir-se a este serviço que garante a confidencialidade do atendimento.
Trata-se de uma formação útil para a capacitação dos técnicos que estarão, assim, mais preparados para responder e auxiliar as vítimas de violência doméstica.
De referir que a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género se encontra a promover a campanha “Em vossa defesa, dê um murro na mesa” que pretende pôr fim à violência doméstica.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.