Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 24-12-2012

SECÇÃO: Opinião

A nuvem


Onde vais nuvem escura
Fugindo no firmamento?!
Vais suspensa e não segura
Sempre empurrada pelo vento!...

Com tanta água no teu ventre
Não podes ir apressada…
Noutra nuvem vais bater
Terminando a caminhada

Tanta água fazes chover
Onde é que vais tu parar!
Por regatos vais correr
E aos oceanos vais voltar

É esse o eterno destino
Da nuvem que vai passando,
Caminhando no infinito
E vastos campos regando

Cai bem, nuvem passageira,
Não queiras ser tempestade!
Cai sim, nuvem benfazeja
Não tragas calamidade!!
Florêncio Campos

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.