Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-12-2012

SECÇÃO: Informação

Crianças e Câmara Municipal querem reflorestar o concelho

Iniciativa decorreu no CEAVM
Iniciativa decorreu no CEAVM
No Dia da Árvore e da Floresta Autóctone, celebrado a 23 de novembro, dezenas de crianças do 5º ano do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto semearam várias plantas em pequenos vasos, plantas essas que estarão ao cuidado dos alunos na escola até ao dia 21 de março, altura em que serão plantadas nos Parques Florestais – Floresta Verde do concelho de Cabeceiras de Basto. O objetivo é ajudar a reflorestar Portugal, que tem sido gravemente afetado pelos incêndios florestais.
Com esta iniciativa, o Município de Cabeceiras de Basto associa-se, assim, à terceira edição da Semana da Reflorestação Nacional.
Iniciativa decorreu no CEAVM
Iniciativa decorreu no CEAVM
Dinamizada pelo Gabinete Técnico Florestal de Cabeceiras de Basto, a ação que decorreu no Centro de Educação Ambiental e que envolveu a comunidade educativa junta-se, assim, ao movimento Plantar Portugal em prol da defesa da natureza, preservação da biodiversidade e valorização do património natural.
De referir que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto criou dois Parques Florestais em conjunto com os Baldios de Refojos e Vila Nune, Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto e Bombeiros Voluntários Cabeceirenses, com o intuito de valorizar a floresta, cuja importância é fundamental para o meio ambiente e para o desenvolvimento económico do concelho. Os Parques Verdes têm-se assumido como um espaço de educação das crianças, levando-as a compreender melhor a floresta.
Associando-se ao Dia da Árvore e da Floresta Autóctone e ao movimento Plantar Portugal, o Município de Cabeceiras de Basto está também a contribuir para a valorização e preservação do meio ambiente.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.