Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-12-2012

SECÇÃO: Informação

Câmara e Resinorte dinamizam campanha ‘Compostar como forma de Reciclar’

No âmbito do projeto ‘Compostar outra forma de RECICLAR’, a Resinorte está a promover uma campanha destinada à valorização de resíduos biodegradáveis, uma campanha que conta com o apoio das Câmaras Municipais, nomeadamente a de Cabeceiras de Basto.
Trata-se de uma iniciativa integrada na Semana Europeia da Prevenção da Produção de Resíduos, dinamizada com o objetivo de sensibilizar, à escala europeia, a população para a problemática dos resíduos, em particular, para o tema da prevenção da produção de resíduos, enquanto uma das prioridades ambientais atuais.
A campanha ‘Compostar outra forma de RECICLAR’ vai contemplar a entrega de 718 compostores a agregados familiares que residam não só no concelho de Cabeceiras de Basto, mas também nas localidades vizinhas de Amarante, Baião, Celorico de Basto, Marco de Canavezes e Mondim de Basto.
Este é um projeto piloto na área da compostagem doméstica que vai permitir uma redução de resíduos urbanos biodegradáveis encaminhados para o aterro.
A distribuição gratuita de compostores e o adequado esclarecimento do processo de compostagem através de ações de formação, contam com o apoio das câmaras referidas, bem como, das juntas de freguesia.
Os compostores serão destruídos junto de famílias, constituídas no mínimo por 3 pessoas, que possuam habitações dotadas de jardins ou quintal.
De referir que a compostagem doméstica é um processo simples de ‘reciclagem’ de matéria orgânica, através do qual são depositados no compostor restos de comida e resíduos das hortas e jardins, transformando os resíduos biodegradáveis em fertilizante natural, rico em nutrientes, a que se chama composto.
O composto produzido que pode ser aplicado em vasos, sementeiras, hortas e jardins, é um fertilizante de elevada qualidade que vai melhorar as características do solo contribuindo para a diminuição de fertilizantes sintéticos e de água utilizados.
Ao dinamizar esta iniciativa, incentivando a população a fazer a separação e a valorização dos seus resíduos orgânicos, a Resinorte, em colaboração com as Câmaras Municipais e as Juntas de Freguesia, pretende desta forma, diminuir os resíduos urbanos encaminhados para o aterro sanitário e assim promover a utilização de um fertilizante natural de grande qualidade e muito mais benéfico para as plantas e para o ambiente.
Para mais informações, os interessados podem aceder ao site www.resinorte.pt e proceder à sua inscrição na Câmara Municipal.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.