Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 03-12-2012

SECÇÃO: Informação

FERESPE doa ao Município de Cabeceiras de Basto material ferroviário em miniatura

O edil cabeceirense assinou protocolo em Santo Tirso
O edil cabeceirense assinou protocolo em Santo Tirso
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a FERESPE, Fundição de Ferro e Aço, Lda., empresa com sede em Fradelos, Vila Nova de Famalicão, assinaram no passado dia 18 de novembro, no decurso da festa do 31º aniversário daquela empresa, um protocolo de doação de diverso equipamento ferroviário em miniatura - comboio e linhas - que se destinam a ser montadas numa pista suficientemente grande e com visibilidade no Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe, no Museu das Terras de Basto.
A Ferespe e a sua administração cederam ao Município este equipamento para que a autarquia proceda à sua instalação junto à plataforma giratória da antiga estação do Arco de Baúlhe, contando para o efeito com a colaboração do Externato de S. Miguel de Refojos, através da conceção e construção de uma maqueta por parte dos alunos daquele estabelecimento de ensino, coordenados pelos seus professores, com vista à construção pelo Município de uma pista e instalação do material circulante.
Esta doação resulta da vontade dos administradores da Ferespe de colaborar, no âmbito da responsabilidade social da empresa, na formação de jovens através da instalação deste material ferroviário num equipamento público de relevante interesse cultural.
foto
Esta é também uma forma da Ferespe perpetuar condignamente o gosto e apreço que o fundador da empresa, Engº Jorge Casais, já falecido, tinha pelos caminhos-de-ferro e pelos comboios.
Na oportunidade o Dr. Jorge Casais, um dos atuais administradores e filho do fundador, desafiou os alunos do Externato a pensarem neste projeto como algo sustentável, que deverá ser executado ao longo dos próximos anos, sendo que, o que ficar feito deverá ficar de tal forma que os futuros alunos lhe possam dar continuidade. “Será uma experiência muito importante para a vossa formação que vos ajudará na futura integração no mercado de trabalho”, referiu.
O Presidente da Câmara, Engº Joaquim Barreto, agradeceu o gesto da empresa e assegurou que esta doação vai ser aproveitada para criar um novo foco de atratividade no Museu das Terras de Basto, mais precisamente no Núcleo Ferroviário do Arco de Baúlhe. “Estamos muito honrados com esta doação para um espaço cultural que nos é muito querido. Será certamente um projeto inovador e que, envolvendo os alunos e professores do Externato de S. Miguel de Refojos, contribuirá para a valorização do nosso património. Arco de Baúlhe era a última estação da linha estreita do Tâmega que ligava a Livração - Amarante às Terras de Basto”.
Os alunos do Externato de S. Miguel de Refojos vão produzir uma maqueta que para além da linha de comboio deverá representar em miniatura a própria estação do Arco de Baúlhe e o aglomerado populacional e área envolvente.
Na cerimónia de assinatura do protocolo e entrega do equipamento, que decorreu no final do almoço de aniversário da empresa, no qual participaram os administradores, trabalhadores e colaboradores, estiveram também presentes o Vereador da Cultura, Dr. Domingos Machado, a Diretora do Museu das Terras de Basto, uma turma do Externato de S. Miguel de Refojos que adotou este projeto para a sua (PAP) Prova de Aptidão Profissional e os seus professores.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.