Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 12-11-2012

SECÇÃO: Informação

Obituário
FALECEU O NOSSO AMIGO E COLEGA PROF. MANUEL CARNEIRO

Vulto da educação e da cultura em Cabeceiras de Basto, faleceu no passado dia 27 de outubro, o professor Carneiro, como era comummente conhecido. Manuel José do Carmo Carneiro, deixa-nos aos 66 anos de idade. Natural da freguesia de Refojos de Basto, deste concelho, tinha três filhos e era marido da D. Fernanda Carneiro, distinta colaboradora deste Jornal Ecos de Basto e funcionária da ADIB-Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto.
Foi professor do ensino básico e ao longo da sua vida desenvolveu também atividade política tendo sido autarca. Foi vereador da Câmara Municipal e membro da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto. Foi igualmente e durante muitos anos colaborador da Câmara Municipal e do seu presidente Joaquim Barreto. Atualmente era membro da Comissão Municipal de Toponímia e coordenador da USCAB - Universidade Sénior de Cabeceiras de Basto.
Homem das letras, da educação e da cultura, docente e autarca, o professor Carneiro era um apaixonado pela história local, a que dedicava largas horas do seu tempo, a investigar e a aprofundar os seus conhecimentos que depois partilhava com quem o rodeava, nomeadamente, com os ‘alunos’ e ‘professores’ da Universidade Sénior, onde tinha uma participação muito ativa.
Homem inteligente, discreto e sapiente, o professor Carneiro falava sobre todos os temas, nunca impondo as suas ideias e pensamentos, mas sim esclarecendo e ensinado sempre que oportuno, aqueles que com ele se cruzavam.
Era um homem calmo, alegre, bem disposto e adepto da perfeição. Colaborou muitas vezes com a ADIB (associação de que fez parte), nomeadamente, com o grupo de música popular, ao qual deu muitas vezes o seu contributo, fosse tocando, cantando, escrevendo letras ou ajudando a compor temas musicais.
Foi também durante muito tempo um colaborador ativo do Jornal Ecos de Basto, abordando temas oportunos, não só sobre política, como sociedade e mais recentemente sobre cultura.
Sem vaidades, o professor Carneiro era daquelas pessoas que não impondo a sua presença, estava presente sempre que era preciso. Era um homem com quem se podia contar e que vai certamente deixar saudade naqueles que com ele conviviam. Era um amigo.
O Jornal Ecos de Basto e a Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto, apresenta aos familiares sentidas condolências e manifesta grande pesar pela morte deste ilustre Cabeceirense.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.