Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 10-09-2012

SECÇÃO: Destaque

Presidente da República Professor Anibal Cavaco Silva Cidadão Honorário do Concelho de Cabeceiras de Basto

Município condecorou Presidente da República atribuindo-lhe o título de Cidadão Honorário do concelho de Cabeceiras de Basto
Município condecorou Presidente da República atribuindo-lhe o título de Cidadão Honorário do concelho de Cabeceiras de Basto
Em visita a Cabeceiras de Basto o Presidente da República, Professor Aníbal Cavaco Silva, inaugurou no dia 7 de setembro, a Casa da Lã, em Bucos. Visitou ainda a Igreja do Mosteiro de S. Miguel e o Núcleo de Arte Sacra, em Refojos.
O Município de Cabeceiras de Basto atribui-lhe a Medalha de Ouro do Concelho, outorgando-lhe a distinção de ‘Cidadão Honorário do Concelho de Cabeceiras de Basto’.

Na Casa da Lã conheceu trabalho desenvolvido
Na Casa da Lã conheceu trabalho desenvolvido

O Presidente da República, Professor Aníbal Cavaco Silva, inaugurou no dia 7 de setembro, a Casa da Lã em Bucos. À chegada à Casa da Lã, o Presidente da República foi recebido pelos presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto, respetivamente Joaquim Barreto e Serafim China Pereira e pelo presidente de Junta de Freguesia de Bucos, Fernando Brás.
Após uma breve demonstração do tradicional jogo do pau pela Associação Desportiva e Cultural S. João Baptista de Bucos, Cavaco Silva e Joaquim Barreto descerraram a placa evocativa da efeméride. Depois de visitar o espaço, o Chefe de Estado apreciou ao vivo o trabalho das mulheres de Bucos, que revelaram a sua arte e saber na manufatura de artigos em lã.
Coube à diretora do Museu das Terras de Basto, Dra. Isabel Fernandes, fazer a apresentação da Casa da Lã, núcleo que integra aquele museu. A funcionar na antiga Escola Primária da freguesia, a Casa da Lã é um projeto inovador, onde o trabalho da lã é preservado, valorizado e renovado pelas Mulheres de Bucos que continuam a fazer as mantas, meias e outros artefactos que têm conquistado a atenção dos visitantes. Um projeto que a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto e a Junta de Freguesia de Bucos têm vindo a apoiar e a incentivar. Com a etiqueta ‘Novelo de Lã’, os produtos manufaturados podem ser adquiridos na Casa da Lã ou no Posto de Turismo de Cabeceiras de Basto.

Presidente da República visitou Mosteiro de S. Miguel de Refojos

Já na sede do concelho, em plena Praça da República, Cavaco Silva visitou o Mosteiro de São Miguel de Refojos ao som do órgão de tubos e o Núcleo Museológico de Arte Sacra. Foi, posteriormente, recebido nos Paços do Concelho pelos autarcas do município e das freguesias, assinando o Livro de Honra do Município.
Dirigindo-se aos cabeceirenses, nos Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, o presidente da Câmara Municipal fez uma retrospetiva do trabalho autárquico realizado ao longo dos últimos anos, destacando que “o poder local democrático, com a sua autonomia constitucionalmente consagrada, tem desempenhado, ao longo dos últimos 38 anos, um papel determinante e fundamental na promoção do desenvolvimento do nosso país. O conhecimento de proximidade dos autarcas e a sua experiência contribuem decisivamente para uma gestão menos onerosa, mais célere e eficaz na resolução e satisfação das necessidades das populações”, justificou.
Congratulando-se com a presença do Presidente da República na inauguração da Casa da Lã, Joaquim Barreto afirmou que este “é um projeto que orgulha o Município, já que enaltece a tradicional arte de trabalhar e transformar a lã. Sob um olhar contemporâneo, vai certamente frutificar no campo económico, cultural e social. Este é um projeto assente em muito voluntariado, que o Município não deixará de continuar a apoiar e potenciar”.
A Casa da Lã “é um exemplo de como, olhando para o território e identificando os seus recursos e património material e imaterial, é possível dinamizar e potenciar o que é nosso em prol da atração e fixação das pessoas”, sublinhou.
Visita a Cabeceiras registada no edifício dos Paços do Concelho
Visita a Cabeceiras registada no edifício dos Paços do Concelho
Dirigindo-se ao Presidente da República, Joaquim Barreto considerou que “a sua deslocação ao nosso Município é reveladora do olhar atento e da preocupação que tem vindo a manifestar em diversos momentos pelo crescente abandono e despovoamento do interior. De facto, não se pode olhar para estes territórios apenas numa perspetiva estatística. A discriminação positiva é fundamental para manter as pessoas no interior de Portugal”, realçou.

Município distingue Presidente
da República

Como forma singela de reconhecer a visita oficial do Presidente da República, mas também “os elevados serviços públicos que prestou e presta ao país”, a Câmara Municipal atribuiu a Medalha de Ouro de Cabeceiras de Basto, a qual outorga a Cavaco Silva o título de Cidadão Honorário do Concelho de Cabeceiras de Basto.
O Chefe de Estado mostrou-se honrado com a atribuição da Medalha de Ouro do Município, salientando que “quem vem a Cabeceiras de Basto dificilmente irá esquecer o que viu. O património histórico e cultural deve ser motivo de orgulho das gentes de Cabeceiras e Basto e deve ser visto como fator de desenvolvimento económico e social”, declarou.
O Presidente da República enalteceu a preocupação da Câmara de Cabeceiras de Basto “em preservar e cuidar da história e cultura do seu concelho”, um contributo que estimula o desenvolvimento económico, atrai investimentos, fomenta o turismo, apoia a competitividade das pequenas e médias empresas, “ajudando ao nascimento de empregos no concelho e contrariando a tendência dos mais jovens em deslocar-se para as metrópoles”, destacou Cavaco Silva.
De acordo com o Chefe de Estado, “o poder local tem vindo a assumir uma posição cada vez mais relevante no domínio social e da educação, apoiando os cidadãos em dificuldades, os idosos, as crianças e os deficientes e, por isso, nós devemos reconhecer publicamente o papel que o poder autárquico tem dado em Portugal ao nível da melhoria e do bem-estar das populações”.
E acrescentou: “quando visito as terras do norte de Portugal vejo, na atitude dos autarcas e os cidadãos, sinais mais fortes de esperança do nosso país para vencer as dificuldades atuais. Todos nós devemos fazer um esforço para projetar um país que é capaz de ultrapassar as dificuldades por maiores que elas sejam”.
Declarando que a confiança é uma palavra-chave nos tempos que correm, o Presidente da República afirmou: “eu confio muito no contributo do poder autárquico para reforçar a confiança em Portugal e para projetar uma melhor imagem de Portugal no exterior. Portugal depende muito do estrangeiro. Temos que reconhecer o sentido de responsabilidade e o notável espírito cívico que o povo português tem demonstrado” perante as dificuldades.
No final, Cavaco Silva disse levar consigo de Cabeceiras de Basto “exemplos de força, determinação e coragem para lutar por um Portugal mais desenvolvido, mais próspero e mais justo. Por um Portugal que consiga ultrapassar as dificuldades”.
Associaram-se a esta visita oficial do Presidente da República a Cabeceiras de Basto, o Secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, o Vogal da Comissão Diretiva do ON.2, Carlos Duarte, demais entidades e convidados e público em geral.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.