Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 20-08-2012

SECÇÃO: Opinião

Santiago de Compostela

Em 28/06/2012 estive em Santiago e por aqui vão os Caminhos de ...

Desde o século IX que os peregrinos caminham para Santiago de Compostela...

Uma parte da história:

O Caminho de Santiago entrou na história há 12 séculos, quando foram encontrados os restos mortais do apóstolo Tiago, ou Santiago, na que hoje é a cidade de Santiago de Compostela.
Esta rota que une diversas zonas da Europa e Compostela vem sendo seguida por milhões de pessoas das mais variadas procedências. O itinerário mais famoso é o chamado “Caminho Francês”, que absorve a maioria dos caminhos vindos do continente europeu e se dirige a Santiago atravessando o Nordeste de Espanha.
O Caminho de Santiago atingiu o máximo esplendor nos séculos XI e XII e, depois, após a contra reforma no início do século XVII por Portugal. Nas últimas décadas voltou a ganhar protagonismo, sendo convertido num itinerário espiritual e cultural de primeira ordem. Foi declarado ol Primeiro Itinerário Cultural Europeu (1987) e Património da Humanidade na Espanha (1993) e França (1998).
Os caminhos existentes encontram-se sinalizados por setas de cor amarela, no chão, muros, postes, árvores, estradas, marcos de granito ou concreto, e noutros.........
O Caminho Português: tem varias alternativas mas, diga-se somente: caminhos que entroncavam em Valença do Minho, onde se fazia, e faz, a travessia da fronteira para Tui e, daí, estende-se por cerca de 130 kms. Do lado português os percursos mais frequentados são a partir de Fátima, do Porto ou Braga.
O Caminho Finisterra une Santiago de Compostela e o Cabo Finisterra.

joaquimsantosmarinho@gmail.com
Por Joaquim Marinho

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.