Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 18-06-2012

SECÇÃO: Informação

Deputados do PS visitam Cabeceiras de Basto

Os deputados foram recebidos na Escola Básica e Secundária
Os deputados foram recebidos na Escola Básica e Secundária
No âmbito do roteiro ‘Em defesa da Escola Pública’, os deputados do PS eleitos à Assembleia da República pelo Círculo de Braga, Nuno Sá e Sónia Fertuzinhos, estiveram no dia 11 de junho, em Cabeceiras de Basto, onde reuniram com o presidente da Câmara Municipal, Eng.º Joaquim Barreto, e com a direção do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto.
O roteiro que se desenvolve em três eixos de interesse, designadamente ‘Por uma escola de qualidade e inclusiva: organização do novo ano letivo’, ‘Por uma escola de qualidade e inclusiva: respostas diferenciadas’ e ‘Reordenamento da rede escolar’ tem em linha de conta as preocupações dos autarcas, dos diretores das escolas, dos presidentes dos conselhos gerais, entre outros, com o intuito de “defender a Escola Pública”.
Visita aos Paços do Concelho
Visita aos Paços do Concelho
Segundo informação divulgada, nos Paços do Concelho, os deputados do Partido Socialista ouviram as preocupações do presidente da Câmara Municipal, no que toca à Educação mas também no que respeita à situação política atual, entre outros assuntos de elevado interesse, como é o caso da extinção de empresas municipais e das consequências que esta medida acarreta para as populações.
Na Escola Básica e Secundária de Cabeceiras de Basto, Nuno Sá e Sónia Fertuzinhos estiveram reunidos com a diretora e subdiretora do Agrupamento de Escolas, Céu Caridade e Augusta Cristina Dias, respetivamente, tomando conhecimento das dúvidas e preocupações das diretoras quanto ao futuro da Educação em Cabeceiras de Basto.
As incertezas quanto ao Plano Tecnológico da Educação (infraestruturação de todas as escolas PTE com redes de área local com e sem fios estruturadas e certificadas e equipamentos informáticos) foram tema de análise durante a reunião, garantindo os deputados do PS que vão apresentar um requerimento ao Governo, questionando-o sobre o ponto de situação deste plano, uma vez que a nova escola se encontra concluída e ainda não beneficiou deste programa.
As preocupações quanto ao funcionamento do Centro Novas Oportunidades (CNO), dos Cursos de Educação e Formação para Adultos (EFA) e do Programa para a Inclusão e Cidadania (PIEC) foram também evidenciadas pelas diretoras do Agrupamento que se mostraram apreensivas relativamente à atividade escolar e a todas as alterações que se encontram em fase de implementação.
O Despacho Normativo nº13-A/2012 - Organização do Ano Letivo 2012/2013 está também no centro das preocupações da direção do Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto, que alertou para o grande volume de trabalho, em tão curto espaço de tempo, para um número reduzido de elementos da direção.
Refira-se que o Agrupamento de Escolas de Cabeceiras de Basto tem cerca de 2500 alunos e 230 professores, vivendo-se atualmente um sentimento de inquietação por parte da comunidade educativa quanto ao futuro das atividades e projetos promovidos pelo Agrupamento de Escolas, resultantes da revisão curricular, do aumento do número de alunos por turma, da separação dos alunos por mérito, entre outros.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.