Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-05-2012

SECÇÃO: Informação

Presidentes de Câmara de Cabeceiras de Basto e Lalín iniciam contactos para futura cooperação

Os Autarcas de Cabeceiras e Lalín reuniram-se na sede do Agrupamento Europeu na Galiza
Os Autarcas de Cabeceiras e Lalín reuniram-se na sede do Agrupamento Europeu na Galiza
Com o patrocínio do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Galiza/Norte de Portugal, reuniram hoje, dia 23 de maio, na sede daquele Agrupamento, em Vigo, o presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, e o alcaide do concelho galego de Lalín, D. José Crespo Iglésias.
Os dois autarcas, na presença do diretor do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial, D. Juan Lirón, tiveram oportunidade de se conhecer e de estabelecer um primeiro contacto no sentido de prepararem a celebração de um protocolo de geminação com o objetivo de desenvolverem projetos de interesse comum aos dois concelhos, no âmbito da Cooperação Territorial Galiza/Norte de Portugal.
Nesta reunião ficaram, desde já, marcadas para breve visitas de delegações galega e cabeceirense aos dois Municípios com o objetivo de se conhecerem mutuamente e de darem início ao processo de identificação e inventariação de áreas de cooperação que num futuro, muito próximo, permita arrancar com iniciativas e ações de interesse para ambas as autarquias.
Cabeceiras de Basto e Lalín dão, assim, os primeiros passos para o estreitar de laços de amizade e cooperação entre os dois povos.
Lalín situa-se no centro da Galiza. Tem 328 km2 de área e 22 mil habitantes e a economia local tem maior expressão em três setores de atividade: a agricultura, a indústria da construção e têxtil e o turismo.
Cabeceiras de Basto situa-se no centro do Norte de Portugal. Tem 242 km2 e 16.718 habitantes e a economia local desenvolve-se especialmente em torno também da agricultura e floresta, da indústria da construção e têxtil, do comércio e serviços.
De salientar que os dois Municípios apresentam algumas características comuns como as boas acessibilidades (ligações por autoestrada), territórios de orografia acidentada entre o rural e o urbano, rios de águas límpidas, riqueza etnográfica assinalável, festas populares, património material e imaterial de grande valor, entre outras.
Se em Cabeceiras de Basto existe o Mosteiro Beneditino e se celebra o S. Miguel, em Lalín existe o Santuário de O Corpiño, onde se realiza uma das maiores romarias da Galiza. Se em Cabeceiras de Basto se organiza a Festa da Orelheira e do Fumeiro, por altura do Carnaval, em Lalín é famosa a Feira do Cozido que decorre nos meses de janeiro e fevereiro e cujo ponto alto é o domingo anterior ao Carnaval.
Com tantas especificidades em comum podem adivinhar-se resultados positivos para ambos os territórios com o estabelecimento desejado de relações de colaboração que a assinatura de um protocolo virá a permitir concretizar.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.