Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-04-2012

SECÇÃO: Cultura

Centro de Teatro presta tributo a Zeca Afonso com ‘Olhar Fraterno’

Na imagem o elenco e os colaboradores do espetáculo 'Olhar Fraterno - Tributo a Zeca Afonso'
Na imagem o elenco e os colaboradores do espetáculo 'Olhar Fraterno - Tributo a Zeca Afonso'
‘Olhar Fraterno - Tributo a Zeca Afonso’ é a primeira grande produção do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto deste ano de 2012, um espetáculo que deve entrar em cena no próximo dia 28 de abril. O espetáculo esteve agendado para o dia 21, inserido no âmbito das Comemorações do 25 de Abril em Cabeceiras de Basto, mas, devido às condições climáticas adversas, teve de ser adiado para a próxima semana.
A peça teatral que terá como cenário os Claustros do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, ao ar livre, pretende envolver e surpreender o público, chamando a atenção para os valores e ideais que marcaram a vida de José Afonso, cantor de intervenção que viveu na ditadura Salazarista.
O espetáculo é interpretado por 23 jovens do concelho de Cabeceiras de Basto, que vão dar corpo aos ideais cantados por Zeca Afonso, uma encenação que conta com a participação especial do Grupo Coral da Paróquia de Cavez e de Alexandre Teixeira da Universidade Sénior de Cabeceiras de Basto.
“É um espetáculo a preto e branco, cru! Tal como o país dos brandos costumes e dos agoniantes silêncios que Salazar tanto zelava. José Afonso, professor de liceu, cantor nas horas vagas e ativista por conta própria, ergueu-se desse silêncio com uma humildade contagiante... e cantou! Com a sua música protestou. Lutou com as suas baladas”, lê-se na sinopse.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.