Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 16-04-2012

SECÇÃO: Informação

Cabeceiras de Basto associa-se à Hora do Planeta

O Município de Cabeceiras de Basto associou-se uma vez mais à ‘Hora do Planeta 2012’ promovida pela rede WWF (World Wildlife Found). Uma iniciativa que teve lugar no dia 31 de março, entre as 20.30 horas e as 21.30 horas, altura em que se desligaram todas as luzes, interiores e exteriores, de edifícios públicos e monumentos emblemáticos, assim como residências particulares, com o intuito de sensibilizar a população para as alterações climáticas, que são uma questão incontornável na atualidade.
O Município Cabeceirense acedeu ao convite da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e da WWF, juntando-se assim à Hora do Planeta, uma iniciativa simbólica mas que é a maior ação do género à escala mundial de rede World Wildlife Found, apagando as luzes do edifício da Câmara Municipal e do Mosteiro de S. Miguel de Refojos.
De acordo com a WWF, “o apagão global deixou de ser uma iniciativa de uma única cidade para se transformar na maior plataforma do mundo de ação ambientalmente sustentável com cidadãos de 135 países e territórios em todos os continentes a aderirem à Hora do Planeta, um movimento global de mudança no comportamento e atitudes em defesa do ambiente”.
Em Portugal, a Hora do Planeta é celebrada desde o ano de 2009. No ano passado, foram 97 as cidades e vilas portuguesas que celebraram a Hora do Planeta, praticamente um terço dos municípios nacionais.
Assim, às 20.30 horas de sábado, dia 31 de março milhões de pessoas em todo o mundo ultrapassaram barreiras sociais, de raça, religião, cultura e geografia, para se unirem num momento único de contemplação do planeta e celebração do seu compromisso para o proteger.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.