Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 26-03-2012

SECÇÃO: Informação

Castelo (castro) de S. Nicolau

Autarcas do Município e da Freguesia, acompanhados pelo arqueólogo e pela propietária do terreno visitaram o castelo
Autarcas do Município e da Freguesia, acompanhados pelo arqueólogo e pela propietária do terreno visitaram o castelo
Os vereadores da Cultura e das Obras, Dr. Domingos Machado e Francisco Pereira, visitaram o vestígio arqueológico do Castelo (castro) de S. Nicolau, na freguesia de Cabeceiras de Basto, acompanhados pelo arqueólogo Francisco Queiroga, pela diretora do Museu das Terras de Basto, Dra. Isabel Fernandes e pela proprietária do terreno onde se encontra o castro.
Trata-se de um povoado da Idade do Ferro que foi ocupado em época romana e, mais tarde, na Idade Média, cuja existência “é um indicador da ocupação do território no passado mas que para o concelho de Cabeceiras de Basto tem relevância por ser uma das estações melhor preservadas desta época”, salientou o arqueólogo Francisco Queiroga.
foto
De acordo com o que foi possível apurar, o Castelo de S. Nicolau tem uma tipologia muito clara com excelente implantação na paisagem e o futuro passará pelo estudo e recolha de informação neste local onde “as estruturas revelam algum potencial de musealização”, referiu o arqueólogo.
Em Cabeceiras de Basto existem outros vestígios de ocupação de várias épocas, como é o caso da Idade do Bronze, da Idade do Ferro e Romanização e também da Época Castreja “com uma ocupação de tipo aberto, muito fora do comum”, salientou Francisco Queiroga, reiterando a importância destes vestígios para o concelho e para a região.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.