Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 27-02-2012

SECÇÃO: Recordar é viver

foto
Mãe:

Tu que analfabeta ficaste
Tu que na barriga me carregás-te
Tu que nos teus braços me transportáste
Tu que já desesperada, com S. Bento te "apegáste" para que a minha vida se não gaste
Tu que tanto me amáste que para me defender sempre faláste
Tu que tão bem me educáste e que tão bem me tratáste
Tu que tanto me ensináste
Deixa-me ver-te viver nem que muito tempo eu gaste e, saber que cá ficáste quando a vida de mim se afaste, pois quero redimir-me, porque analfabeta ficáste

Homenagem do seu filho Artur Machado, há bastantes anos, dirigida
à sua mãe Adelina.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.