Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 28-11-2011

SECÇÃO: Informação

Cemitério de Abadim foi ampliado

Terceiro patamar dispôe de mais setenta sepulcros
Terceiro patamar dispôe de mais setenta sepulcros
O Presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Engº Joaquim Barreto, procedeu no dia 27 de Novembro, à inauguração das obras de ampliação do Cemitério de Abadim. Uma cerimónia na qual estiveram presentes, o Presidente da Junta de Feguesia, Alexandre Lopes, os vereadores Dr. Domingos Machado e Francisco Pereira, a Administradora da Emunibasto, Drª Fátima Oliveira, o Monsenhor José Augusto Ribeiro, o representante do Conselho Directivo de Baldios de Abadim, Simão Gonçalves demais autarcas da freguesia e população em geral.
Trata-se de uma obra avaliada em 60 mil euros, levada a cabo pela Junta de Freguesia e pelo Conselho Directivo de Baldios de Abadim, que contou com a colaboração da Câmara Municipal.
foto
Para o efeito, e após a doação do terreno, foram realizados trabalhos ao nível da construção de muros, desmonte de pedra, drenagem do solo, pinturas, colocação de escultura e pavimentação em micro-cubos no acesso a este terceiro patamar da necrópole que agora dispõe de mais 70 sepulcros.
Satisfeito com a realização desta ampliação que era já uma pretensão da população local, o presidente da Junta de Freguesia de Abadim, agradeceu o envolvimento de todos, nomeadamente, dos proprietários do terreno cedido, da paróquia de Abadim na pessoa do Monsenhor José Augusto Ribeiro, da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, entre outros, que ajudaram a concretizar esta importante obra para a freguesia.
Autarcas marcaram presença no descerramento da placa
Autarcas marcaram presença no descerramento da placa
Da mesma opinião partilhou o Presidente da Câmara Municipal, Engº Joaquim Barreto, já que esta intervenção é uma benfeitoria para a freguesia. Este cemitério, que se desenvolve em três patamares, já havia sido intervencionado em 1995, sofrendo agora uma nova intervenção, tal como tem vindo a acontecer em outros cemitérios do concelho, sejam municipais ou paroquiais e na qual a Câmara Municipal tem comparticipado, por se tratar de obras que são reveladoras da elevação dos sentimentos da população em relação às pessoas que partem, reivindicando locais condignos para que possam depositar os seus ente-queridos.
Na oportunidade o edil Cabeceirense, felicitou os intervenientes nesta obra cuja construção resultou da parceria estabelecida entre várias entidades civis e religiosas, lembrando que nesta como noutras freguesias, tem sido constante a preocupação de valorizar os espaços públicos e também a envolvente aos locais de culto de que saem beneficiadas as populações.
foto

Monsenhor Augusto Ribeiro benzeu o novo espaço
Monsenhor Augusto Ribeiro benzeu o novo espaço

foto





© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.