Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-11-2011

SECÇÃO: Última Página

Cinquenta alunos fizeram rastreio à população
Consultas gratuitas realizadas em oito municípios

Cabeceiras de Basto foi um dos oito municípios que o projecto Medicina na Periferia escolheu este ano, para rastrear milhares de pessoas no penúltimo fim-de-semana do mês de Outubro. Uma iniciativa do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), que enveolveu cerca de 50 futuros médicos numa acção de rastreio da diabetes e da hipertensão.
Além de Cabeceiras de Basto, os restantes concelhos do Norte de Portugal foram Lamego, Lousada, Mesão Frio, Mirandela, Mondim de Basto, Póvoa de Varzim e Vieira do Minho. Em todos eles foi disponibilizado um gabinete que esteve aberto etre Sexta e Domingo, permitindo aos interessados saber do risco de vir a ter diabetes tipo 2 no prazo de 10 anos, medir a tensão arterial e receber conselhos a vários níveis, nomeadamente, a necessidade de praticar exercício físico, ter uma dieta equilibrada e como agir quando se deparar com casos de enfarte do miocardio ou acidente vascular cerebral.
Fomentar o contacto de futuros médicos com a prestação de cuidados de saúde, a prática de saberes já adquiridos e o aperfeiloamento das aptidões de interacção médico-paciente, são objectivos deste projecto.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.