Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 07-11-2011

SECÇÃO: Informação

Idosos em Segurança em Cabeceiras de Basto

Com o apoio da Câmara Municipal, Juntas de Freguesia e Régie Cooperativa Basto Vida, a Guarda Nacional Republicana (GNR) de Cabeceiras de Basto realizou de 2 a 7 de Novembro, nos Centros de Convívio e Lazer de Painzela, Eiró e Moimenta, três sessões no âmbito do programa ‘Apoio 65 - Idosos em Segurança’.
Com o intuito de prevenir os maiores do concelho de Cabeceiras de Basto contra as burlas e os contos do vigário, o Comandante da GNR, Sargento-Ajudante Costa, acompanhado pelo Cabo Magalhães, deslocou-se ao Espaço de Convívio e Lazer da freguesia de Painzela, onde foi recebido por cerca de 30 pessoas, naquela que foi a primeira sessão que deu arranque a esta iniciativa.

Plateia interagiu com os elementos da GNR
Plateia interagiu com os elementos da GNR
Assegurando que é necessário ter “o olho bem arregalado” e “desconfiar sempre das pessoas estranhas”, o Comandante da GNR caracterizou os burlões como homens ou mulheres bem vestidos e bem-falantes, simpáticos, com voz calma e com conversa convincente e cativante, apresentando-se geralmente como amigos de familiares ou funcionários de entidades e/ou serviços públicos e ou privados.
“Cuidado com o que dizem a desconhecidos”, preveniu o Sargento-Ajudante Costa, apelando aos idosos que, perante uma situação de burla ou presença de pessoas estranhas, entrem de imediato em contacto com a GNR.
“Se for agarrado ou ameaçado procure chamar a atenção gritando”, insistiu o Comandante da GNR que pediu também aos seniores para tentarem memorizar as características físicas dos burlões e dos meios de transporte que utilizam.
Comandante da GNR de Cabeceiras de Basto sensibilizou idosos
Comandante da GNR de Cabeceiras de Basto sensibilizou idosos
Depois de descrever os burlões e aconselhar os idosos dos ECL’s a precaverem-se contra os ladrões, o Comandante da GNR apelou à “boa vizinhança”, que pode ser de grande ajuda nas horas de maior aflição.
Porque “prevenir é o melhor remédio”, o Sargento-Ajudante Costa orientou os idosos a manter portas e janelas fechadas e a evitar conversas com desconhecidos sobre vizinhos e sobre a sua própria família para evitar roubos.
As acções de sensibilização da GNR dirigem-se sobretudo aos idosos - pessoas mais desprotegidas e indefesas - que são os principais alvos dos burlões.
De salientar a grande proximidade revelada pelos elementos da GNR durante as acções de sensibilização destinadas aos seniores, que no final agradeceram os conselhos e os alertas deixados pelo Comandante.
De acordo com o Sargento-Ajudante Costa, as sessões efectuadas sob a sua orientação em Cabeceiras de Basto, “correu muito bem e acredito que a mensagem passou”. E rematou: “o nosso principal objectivo é que as pessoas saibam agir para se poderem defender contra os burlões”.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.