Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-09-2011

SECÇÃO: Informação

Câmara adjudica empreitada do ‘Parque Urbano – Centro Interpretativo Tempo-Espacial do Vale do Ave’

Na última reunião do executivo municipal a Câmara de Cabeceiras de Basto decidiu adjudicar a empreitada do ‘Parque Urbano – Centro Interpretativo Tempo-Espacial do Vale do Ave’. Um investimento no valor de 1.219 mil euros, cujo prazo previsto de execução é de 120 dias.
O projecto prevê, a melhoria e valorização da zona adjacente ao Mosteiro de S. Miguel de Refojos, nomeadamente a recuperação das antigas casas dos caseiros da Quinta do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, que se encontram devolutas e muito degradadas. Após aturadas diligências, a sua aquisição por parte da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, veio acelarar o processo de regeneração urbana daquele espaço contíguo à Ribeira de Penoutas, localizado nas imediações do Externato S. Miguel de Refojos e cuja necessidade de intervenção era há muito reivindicada pela população e pela Autarquia. A intervenção nestas casas, é mais um passo dado para a dignificação e valorização não só do imponente Mosteiro de origem Beneditina, mas também da sua envolvente.
Esta é uma obra inserida num projecto ambicioso que visa a regeneração urbana do coração desta vila cabeceirense, ligando a centenária Praça da República a zonas urbanas novas, criando espaços verdes, tratando as margens da ribeira de Penoutas e recuperando parte das casas de caseiros da Quinta do Mosteiro.

Empreitada vai  recuperar parte das casas dos caseiros da Quinta do Mosteiro
Empreitada vai recuperar parte das casas dos caseiros da Quinta do Mosteiro
Este projecto, contempla quatro operações distintas, nomeadamente, a criação do parque urbano da vila; a melhoria e valorização da ligação da Praça da Repúbica ao Parque Urbano; o Arranjo Urbanístico a Sul do Mosteiro e Qualificação Energética e Tecnológica. Assenta também nas novas tecnologias da informação, já que o futuro Centro Verde – Parque Urbano e Centro Interpretativo Tempo Espacial do Vale do Ave prevê a criação de um espaço para exposição temporária, para divulgação de conteúdos, hologramas e acesso às novas tecnologias. Um tunel/miradouro, acessos a norte do Mosteiro, acesso à Avenida Francisco Sá Carneiro, galerias ao ar livre, anfiteatro, parque de merendas, parque infantil e juvenil, jardim de bem-estar com equipamentos geriátricos, relvado multiusos e acessos nascentes, fazem igualmente parte deste projecto que uma vez executado na totalidade renova as áreas envolventes ao Mosteiro S. Miguel de Refojos e cria ligações aos espaços emergentes. Tem ainda acoplado um segundo projecto que prevê a construção de um anfiteatro junto ao Parque do Mosteiro e arranjos urbanístico do gaveto da Av. Cardeal Dom António Ribeiro. São várias as acções a desenvolver de forma faseada que fazem parte do Programa de Acção do Centro Verde – Regeneração Urbana.
A obra agora adjudicada que incide na recuperação das antigas casas de caseiro da Quinta do Mosteiro de S. Miguel de Refojos, será transformada no Centro Interpretativo Tempo-Espacial do Vale do Ave. Um espaço recuperado e adaptado que estará disponível ao público com uma nova funcionalidade, que permitirá aos cabeceirenses e a quem nos visita, aceder, recorrendo às novas tecnologias, à informação turística do concelho, mas também inteirar-se da dinâmica local registada em diversos sectores, assim como, das potencialidades que o concelho encerra.
É por isso, um projecto integrado que tem em conta a riqueza patrimonial, a identidade e a matriz rural que caracteriza o concelho, que contribuirá seguramente para salvaguardar o património local e para dar a conhecer o dinamismo desta terra e das suas gentes.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.