Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 08-09-2011

SECÇÃO: Concelho em acção

Câmara Municipal investe mais de 700 mil euros
Redes de saneamento são investimento na melhoria da qualidade ambiental

Saneamento no Arco de Baúlhe servirá 185 habitações
Saneamento no Arco de Baúlhe servirá 185 habitações
A Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto continua a investir na qualidade ambiental através da construção de condutas de saneamento nas freguesias de Vila Nune, Arco de Baúlhe e Refojos (Outeirinho e EN 311, nos lugares de Água Redonda, Senhora de Fátima, Cancela e Alto do Pinheiro). A muito curto prazo será beneficiada a rede de saneamento e construção de ETAR na freguesia de Cavez.
Em Refojos, rede de saneamento abrange lugares de Água Redonda, Srª de Fátima, Cancela e Alto do Pinheiro
Em Refojos, rede de saneamento abrange lugares de Água Redonda, Srª de Fátima, Cancela e Alto do Pinheiro
Em Vila Nune, decorre a construção da rede de saneamento, com a extensão de 4.286 metros (mais de quatro quilómetros) e respectiva Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR). Esta obra vai servir 75 habitações e 225 consumidores. Com um investimento da ordem dos 200 mil euros (40 mil contos), a empreitada tem um prazo de execução de 150 dias, devendo estar concluída até finais do próximo mês de Dezembro.
Na freguesia de Refojos, a rede de saneamento ao longo da EN 311, entre Água Redonda, Senhora de Fátima, Cancela e Alto do Pinheiro, terá uma extensão de 2.997 metros (quase três quilómetros), servindo a médio prazo 73 habitações, num total de 219 consumidores. O investimento na rede de saneamento da EN 311 estima-se em cerca de 137 mil euros (27,5 mil contos), devendo estar concluída em meados do mês de Janeiro de 2012. O colector da EN311, actualmente em construção desde Água Redonda até à Rotunda do Pinheiro, ficará ligado à rede existente da vila de Cabeceiras de Basto.
No lugar do Outeirinho, em Refojos, será colocada também  uma ETAR
No lugar do Outeirinho, em Refojos, será colocada também uma ETAR
Ainda na freguesia de Refojos, no Lugar do Outeirinho, está também a ser construída a rede de saneamento e respectiva ETAR, uma obra que se desenvolverá ao longo de 1000 metros (1 quilómetro). No total, a rede de saneamento do Outeirinho servirá 59 habitações e 177 consumidores. Devendo estar concluída até ao final do ano, a obra representa um orçamento de 200 mil euros (40 mil contos).
Na freguesia e vila do Arco de Baúlhe, a empreitada consiste em desactivar quatro fossas sépticas e construir, três estações elevatórias de águas residuais para encaminhar o saneamento para a ETAR do Arco de Baúlhe. As elevatórias localizam-se no lugar da Cerca Nova, Fundevila e Rua 5 de Outubro. Servindo, no total, 555 consumidores em 185 habitações, a conduta da rede de saneamento do Arco de Baúlhe, agora em construção, apresenta uma extensão de cerca de 1000 metros (1 quilómetro). A empreitada avaliada em 172 mil euros deve ficar pronta no próximo mês de Outubro. O objectivo é melhorar a qualidade do efluente que é descarregado no Rio Peio.
Em Vila Nune, o saneamento cobre quase toda a freguesia
Em Vila Nune, o saneamento cobre quase toda a freguesia
Estamos a falar de obras muito dispendiosas, que estão enterradas e que por isso não se vêem, mas cuja importância é imprescindível à qualidade ambiental no concelho de Cabeceiras de Basto. Com efeito, de uma só vez, estes investimentos, no montante global de 704 mil euros (140 mil contos), vão beneficiar até 392 habitações, para um total estimado de 1.176 habitantes.
Esta é assim mais uma aposta da Câmara Municipal no bem-estar e na qualidade de vida dos cabeceirenses.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.