Associação Dinamizadora dos Interesses de Basto
Edição de 29-09-2014

Arquivo: Edição de 15-08-2011

SECÇÃO: Informação

Festa das Comunidades e dos Produtos Locais encerra com chave de ouro

Os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Engº Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, cumprimentam os expositores na abertura do certame.
Os presidentes da Câmara e da Assembleia Municipal, Engº Joaquim Barreto e Dr. China Pereira, cumprimentam os expositores na abertura do certame.
O Centro Hípico de Cabeceiras de Basto, acolheu de 12 a 14 de Agosto a Festa das Comunidades e dos Produtos Locais. Uma iniciativa que apresentou um programa diversificado que passou pela animação musical, mas também pela realização de vários Concursos, nmeadamente do Mel, da Broa e de Raças Autóctones (Galinhas, Cabras e Ovelhas), iniciativas que tiveram como objectivos sensibilizar os apicultores, produtores de broa, criadores de galinhas, cabras e ovelhas e potenciais interessados para um melhor aproveitamento das condições da região, para a produção de mel e da broa de qualidade, bem como promover as raças autóctones.
Coube ao presidente da Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto, Eng.º Joaquim Barreto, entregar os prémios dos concursos, que distinguiram os produtores pela sua “arte e engenho”.
Associação Folclórica Portuguesa de Rives, terra francesa geminada com a freguesia de Refojos, esteve presente na Festa das Comunidades
Associação Folclórica Portuguesa de Rives, terra francesa geminada com a freguesia de Refojos, esteve presente na Festa das Comunidades
Na oportunidade, o edil agradeceu “a presença e a participação de todos”, destacando o trabalho e empenho de todos aqueles que se associaram aos concursos dos produtos locais.
“O objectivo destes concursos do mel, da broa e de raças autóctones é promover aquilo que de melhor temos na nossa terra” destacou Joaquim Barreto, afirmando que “ao promover esta festa estamos a lançar o desafio às populações para que valorizem os nossos produtos, pois esta é, sem dúvida, uma aposta que dinamiza a economia local”.
Realçando o elevado número de participantes no concurso de mel, o presidente da Câmara Municipal insistiu na valorização dos produtores locais como forma de se sentirem motivados a continuar o seu trabalho, que tanto dignifica as gentes de Basto.
Entrega de prémios aos participantes nos diversos concursos
Entrega de prémios aos participantes nos diversos concursos
“O futuro somos todos nós, são os nossos produtos e a nossa identidade que queremos preservar”, rematou Joaquim Barreto.
De acordo com Maria da Conceição Mouta, da freguesia de Pedraça, que foi premiada no concurso de broa, “este prémio é um gosto e uma recordação que vou guardar para sempre”. E acrescentou: “eu gosto muito destas iniciativas pois são um incentivo para voltar a participar nas próximas edições do concurso”.
O recinto da festa foi animado pelos tocadores de concertinas e pela actuação do Grupo Folclórico de S. Nicolau e do Rancho Folclórico Saudades de Portugal, de Grenoble, que tem a particularidade de ser composto por emigrantes portugueses, muitos deles da nossa região. O Grupo Folclórico de Danças e Cantares de Alvarães (Viana do Castelo), afamado pelas suas coloridas actuações, marcou presença neste evento.

© 2005 Jornal Ecos de Basto - Produzido por ardina.com, um produto da Dom Digital. Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.